Sabe cuidar da sua voz?

Falar muito e muito alto, gritar e beber pouca água acabam por afetar a garganta e prejudicar a comunicação oral. Confira se costuma ter os cuidados que, de seguida, lhe apresentamos

Milhares de portugueses sofrem de problemas que comprometem a sua comunicação oral. A 16 de abril assinala-se anualmente o Dia Mundial da Voz, mas a verdade é que deve ter cuidados com a sua todos os dias. Ponha em prática os preciosos conselhos do National Institute on Deafness and other Communication Disorders, nos Estados Unidos da América. A sua voz agradece. Estas são as recomendações deste organismo:

- Quando fala e/ou canta respire a partir do diafragma, o músculo que separa o peito do abdómen. Falar sem apoio da respiração exerce muita tensão sobre as cordas vocais.

- Beba um litro e meio a dois litros de água por dia e limite a ingestão de substâncias diuréticas, como bebidas alcoólicas e com cafeína, para manter as cordas vocais hidratadas.

- Evite aninhar o telefone entre a cabeça e o pescoço durante as chamadas, de forma a evitar a tensão muscular no pescoço.

- Evite gargarejar com produtos que contenham álcool ou outras substâncias irritantes. Recorra a uma solução de água salgada ou enxague apenas a boca.

- Evite falar em locais ruidosos e procure não usar demasiado a voz. Se estiver rouco, tente não falar.

- Evite alimentos picantes, uma causa comum de refluxo gastroesofágico, que agride o esófago e a garganta devido ao contacto com o ácido do estômago.

- Em caso de dor e inflamação da garganta, veja quais são as soluções naturais a que pode recorrer.

artigo do parceiro:

Comentários