Pode o seu smartphone ajudar na perda de peso?

Nos dias que correm onde a tecnologia “controla” a nossa vida, os smartphones conseguem ser ferramentas bastante úteis para nos auxiliar nas tarefas diárias, mas será que também nos podem ajudar a perder peso?

Nos dias que correm onde a tecnologia “controla” a nossa vida, os smartphones conseguem ser ferramentas bastante úteis para nos auxiliar nas tarefas diárias.

Neste sentido, várias empresas de tecnologias têm desenvolvido aplicações para ajudar as pessoas a tornarem-se mais saudáveis. Estima-se que estas aplicações “saudáveis” ascendam às 40 mil.

Mas será que estas aplicações conseguem gerar os resultados a que se comprometem?

Um estudo divulgado a semana passada nos “ Annals of Internal Medicine” conlui que os resultados não são efetivos como se pensa.

A aplicação escolhida pelos Investigadores da Universidade da California foi a “MyFitnessPal”. Esta aplicação consiste num diário alimentar com um treinador de perda de peso. O utilizador pode, através da base de dados aceder a mais de 4 milhões de alimentos, e adicioná-los diariamente conforme os ingere.

A aplicação calcula o número de calorias consumidas e compara-as com o objetivo diário, que foi anteriormente definido pela aplicação, com base no peso atual do utilizador, peso desejado e tempo para a perda de peso.

Neste estudo os investigadores colocaram mais de 200 mulheres de meia idade num de dois grupos de forma aleatória:

O primeiro grupo, usando o MyFitnessPal como ajuda na perda de peso e o segundo grupo solicitando conselhos médicos sobre os problemas perda de peso mas sem a utilização do MyFitnessPal.

A evolução dos 2 grupos foi medida aos 3 e 6 meses. Duração necessária para existirem diferenças na perda de peso.

O grupo que utilizou a aplicação perdeu em média 2kg por pessoa, tal como o grupo que não utilizou a aplicação.

Assim a perda de peso das pessoas que utilizaram o MyFitnessPal não foi superior às pessoas que recolheram os conselhos médicos. Uma das razões encontradas é a rápida queda na utilização, passando de uma média de 5 vezes por semana no inicio do estudo para apenas 1 vez por semana no segundo mês.

O estudo sugere que a utilização de uma aplicação que faça o registo dos dados da pessoa não é suficiente para os resultados de saúde tão desejados.

No entanto e apesar dos resultados do primeiro grupo não serem superiores ao segundo grupo (que apenas solicitou conselhos médicos para a perda de peso), o MYfitnessPal e outras aplicações que ajudem na adoção de um estilo de vida saudável, podem ser úteis para pessoas que queiram perder peso, desde que o utilizador tenha a motivação para fazer a mudança e que utilize a aplicação pelo tempo necessário até produzir o efeito desejado.

Se nunca experimentou estas ferramentas do que está à espera. Veja como funciona consigo!

artigo do parceiro:

Comentários