O exercício e a qualidade de vida

Permanecer ativo não só melhora a sua saúde como pode prolongar a sua vida. Independentemente da idade, condição de saúde ou do nível atual de forma física, nunca é demasiado tarde para começar a praticar exercício físico. O exercício físico regular irá melhorar a sua saúde e o seu bem-estar geral.

Melhora a qualidade de vida

O exercício físico ajuda não só a viver mais tempo como também a viver melhor. A manutenção de um nível de atividade saudável ao longo da vida pode melhorar o funcionamento mental, emocional e físico, bem como aumentar a sua produtividade e beneficiar as relações interpessoais.

Protege a mobilidade e a vitalidade

É verdade que o desempenho físico diminui à medida que envelhece. No entanto, o exercício físico regular pode atrasar esse declínio, e ajudá-lo a manter a sua vitalidade. Ao continuarem ativos, os adultos idosos podem manter a sua forma cardiovascular, o metabolismo e a função muscular dentro dos níveis desejáveis para o seu dia a dia. O exercício físico regular pode reduzir a probabilidade de ocorrência de quedas, uma das causas mais significativas na perda de mobilidade associadas ao envelhecimento e respetiva falta de atividade.

Combate a depressão e a ansiedade

De acordo com o Ministério da Saúde, a depressão afeta 20% da população portuguesa. Diversos estudos demonstraram que o exercício físico pode melhorar o humor. O exercício aeróbio conduz à libertação de hormonas que melhoram o humor, aliviam o stress e promovem uma sensação de bem-estar. Além disso, o ciclo repetido de contrações e relaxamentos musculares, que se verifica no yoga ou nas atividades aeróbias como a marcha e a natação, aumenta os níveis de uma substância química cerebral, a serotonina, que combate os sentimentos negativos.

Prevenir ou aliviar a ansiedade

A ansiedade é a perturbação mental mais frequente em Portugal. Alguns estudos realizados nos Estados Unidos da América sugerem que a atividade física regular reduz o risco de desenvolvimento de uma perturbação da ansiedade em 28%.

Aguça as capacidades mentais

A atividade física melhora o fluxo de sangue para o cérebro, o que pode ajudar a manter a função cerebral, e pode estimular diretamente os neurónios. O exercício físico também promove uma boa função pulmonar, caraterística das pessoas cuja memória e acuidade mental permanecem fortes na idade avançada, reduz o risco de doenças como a hipertensão arterial e a diabetes, que podem conduzir a uma perda de memória, e ao acidente vascular cerebral que lesa o tecido cerebral.

Melhora o sono

Mais do que um simples incómodo, a falta de sono pode prejudicar o humor e o desempenho, conduzir a acidentes e agravar problemas de saúde, tais como a hipertensão arterial, a obesidade e a diabetes. As hormonas libertadas quando a pessoa dorme afetam a forma como o organismo repara as células e os tecidos, combate as infeções e utiliza a energia. O exercício físico contribui para que adultos saudáveis aumentem a sua quantidade de sono profundo. O sono profundo parece ser uma altura em que o seu corpo se renova e se repara a si próprio: é o tipo de sono que o ajuda a sentir-se mais repousado e alerta.

Melhora a vida sexual
Gostava que a sua vida sexual tivesse mais vigor? Não confine o seu exercício ao quarto. A libido e o desempenho sexual beneficiam com o exercício aeróbio moderado a vigoroso.

“Pense nisto…, e venha mexer-se connosco!!!”

Bons treinos!
Nuno Gomes
Regional Master Trainer
Personal Trainer Holmes Place

artigo do parceiro:

Comentários