Massagem redutora

Perca a barriga apenas numa sessão.

A massagem redutora é uma técnica manual em que se trabalha de forma intensa todo o tecido adiposo. Esta massagem tem efeitos rápidos, pois podem constatar-se os seus resultados logo a partir da primeira sessão.

É uma técnica indicada em especial para a zona abdominal, pois é onde se notam os resultados mais eficazes e rápidos. A principal diferença entre esta técnica japonesa e outras massagens lipoescultoras é a cliente não sentir dores profundas, no máximo algum desconforto, mas não dores. E não deixa marcas na pele da cliente.

A técnica consiste em dividir a zona abdominal em duas partes (esquerda e direita) e trabalhar uma de cada vez. As manobras utilizadas variam entre manobras de: aquecimento, amassamento profundo e rolamento contínuo. Este tipo de manobras fazem com que as células entrem em combustão e sejam “esvaziadas”. A gordura é assim eliminada pela corrente sanguínea, pela urina e pelas fezes.

Indicações

 - Redução de medidas

 - Tonificação da pele

 - Modelagem corporal

 - Manutenção após lipoaspirações

 - Lipodistrofia ginóide

 - Ptose abdominal.

Contra-indicações

- No pós-parto, deve guardar-se um período de 5 a 6 meses, ou após liberação médica.

- É totalmente contra-indicado em pessoas com problemas linfáticos, portadores de neoplasias, pessoas que já tenham tido algum tipo de neoplasias e gravidez.

Saiba mais na próxima página

O verdadeiro poder das mãos

Esta massagem exige do profissional uma boa sincronização com as mãos. No Japão, o verdadeiro poder vem das Mãos, por isso nesta técnica usa-se apenas óleo para massagem.

No entanto, existem casos em que a profissional pode optar por usar uma fórmula cosmética redutora, para haver uma pequena “ajuda” nos resultados.

Massagem passo a passo

Medidas

A primeira fase do cuidado abdominal japonês consiste em tirar as medidas da cliente em pelo menos 4 locais do abdómen (cintura, 2 dedos acima do umbigo, e 2 dedos abaixo do umbigo).No final da massagem, fazem-se novas medições para se verificarem os resultados obtidos.

Preparação da pele

Ao manipular a zona do abdómen, caso seja utilizado algum creme redutor, deve fazer-se primeiro uma ligeira esfoliação no local, mas se se utilizar apenas óleo de massagem ou creme para massagem, pode iniciar-se normalmente. Manobras

Começa-se por abrir os gânglios do sistema linfático e depois os gânglios das zonas inguinais. (A intenção da massagem é retirar e levar a gordura para o sistema excretor, drenando-a.)

– Com as mãos espalmadas, aquecemos o local para facilitar o trajecto da gordura que fica localizada atrás das costas (zona do sutiã), fazendo o mesmo movimento na região da cintura.

– Para modelar a zona da cintura fazemos movimentos em forma de X, onde a cliente já nota no final que a cintura está marcada.

– Depois de aquecer o local começamos as manobras cruzadas, com as mãos, em forma de C, trabalhando de forma contínua e bem sincronizada para quebrar a gordura. Isso deve ser feito durante cerca de 5 minutos. A cliente pode sentir algum desconforto nesta altura, mas é normal. Não se deve aplicar força nas mãos.

– Após esta manobra, segue-se o rolamento contínuo horizontal (vai e vem). Subir em direcção ao peito (debaixo do peito) e voltar à zona da cintura. Esta manobra deve ser feita continuamente durante cerca de 5 minutos. Isto vai fazer com que a gordura seja desfeita, com o consequente desgaste das células de gordura.

Saiba mais na próxima página

– Continuamos a fazer os rolamentos verticais, primeiro para cima, cerca de 3 vezes, de fora para dentro, até metade da barriga. Depois no sentido vertical para baixo (de fora para dentro). Ao finalizar, com as mãos em concha faz-se uma tapotagem (manobras feitas com a mão em forma de concha) para descompressão e pinçamentos, para que a pele volte ao normal. Estas manobras são depois realizadas no outro lado do abdómen da cliente.

– Para finalizar, realizam-se movimentos na zona abdominal no sentido dos ponteiros do relógio, fazendo compressão com as mãos sobrepostas, para acalmar os órgãos internos. No final da sessão a cliente pode sentir imediatamente os efeitos fisiológicos da massagem, já que, devido aos estímulos das manobras, os intestinos passam a funcionar de forma mais rápida, fazendo a excreção da gordura.

Protocolo

O número de sessões pode variar de acordo com cada caso. Cada cliente deve ter a sua avaliação personalizada, pois cada pessoa reage de uma forma diferente da outra. Existem pessoas que perdem até 5 cm numa primeira sessão.

Geralmente, quando a cliente não tem muita gordura abdominal localizada, realizam-se apenas 3 a 5 sessões. É isso que torna esta técnica muito interessante, pois não são necessárias 10 sessões para se terem bons resultados.

Podemos aplicar esta massagem até 3 vezes por semana, dependendo do caso, em dias alternados. Em casos de maior nível de gordura localizada, devem ser feitas mais sessões. A manutenção deve ser feita aproximadamente de 15 em 15 dias.

No início, começa por fazer-se sessões duas a três vezes por semana, e depois de 15 em 15 dias.

Texto: Stela Martins

Profissional: Gisleine de Souza

Modelo: Rosângela Haagsma

Fotografia: Paulo Neto

Agradecimentos: Embelle, Estoril - 910 591 206 | 21 468 1919

Preço por sessão

artigo do parceiro:

Comentários