Equilíbrio com a Bioenergia

A Bioenergia é um meio ideal para manter a saúde e o equilíbrio no dia-a-dia.

O organismo funciona como unidade, estando todos os sistemas e órgãos interligados. A Bioenergia age a todos os níveis: físico, psicológico (intelectual) e espiritual.

Para qualquer pessoa, a Bioenergia é um meio ideal para manter a saúde e o equilíbrio ao nível da vida quotidiana, dissolvendo o stress do dia a dia, e conservando o organismo em harmonia. Este equilíbrio bioenergético pode ser conseguido através de técnicas de relaxamento e libertação energética.

A Bioenergia é a energia primordial do todo. É o campo onde tudo acontece, é a vida. O homem sempre teve a consciência da existência dessa energia que, ao longo do tempo, foi chamada de energia Ki, Energia Vital, Prana, Mana, Aura, entre outras.

O homem conhece essa energia que aparece como auréola na cabeça dos santos, está presente nas curas pela imposição das mãos, na bênção dos velhos, pais e clérigos, na rabdoscopia, nos fenómenos psi-kapa, na telepatia, e nas terapias alternativas como do-in, acupunctura, shiatsu, entre outras.

Hoje, com a kirleografia, fotografia da aura, podemos ver e estudar a bioenergia e os seus efeitos. Sabemos hoje que está ligada directamente à saúde física e mental dos seres vivos, e que toda e qualquer doença, antes mesmo de aparecer no corpo, já pode ser detectada através do fluxo da bioenergia corporal.

Corrigindo e equilibrando o fluxo de energia, conseguimos evitar a manifestação das doenças. Um dos objectivos do Tratamento Bioenergético (TB) é assim equilibrar a circulação de energia e estimular a corrente da energia de cima para baixo ou de dentro para fora, ou ambas as técnicas simultaneamente.

Stress
A maioria das pessoas sabe que a raiz de várias doenças é o stress. O TB resolve e dissolve com muita eficácia o stress, isto se a pessoa for minimamente disciplinada, bastante persistente e não for preguiçosa.

O stress, na verdade, pode ser chamado de "doença do século XXI", embora exista desde a criação do mundo. No entanto, floresceu nos últimos tempos. O ser humano sofre com as desilusões e as frustrações, que enfrenta desde o nascimento (se calhar mesmo a partir da concepção).

Saiba mais na próxima página

Assim, o organismo fica cada vez mais desequilibrado e, até, deformado fisicamente. A nossa energia corporal não passa normalmente e livremente por todo o organismo, alguns órgãos ou sistemas têm energia a mais, e alguns estão com "fome".

Para além disso, em excesso, acumula-se uma energia patológica. Um dos problemas da sociedade moderna é o desenvolvimento do que se considera "inteligente" ou "superior", em detrimento de algo "terrestre".

Valorizamos o intelecto e o nosso "superego" mais do que o "enraizamento" e o altruísmo. As pessoas, em geral, recusam-se a sentir as suas funções "vegetativas" e permitem-se cada vez menos senti-las com prazer e com alguma ligação cósmica ao nosso universo.

Como resultado temos uma mentalidade limitada, objectivos limitados e possibilidades limitadas. A saúde reflecte esta situação. O primeiro a sofrer é o sistema nervoso, a pessoa fica incapaz de se descontrair, tendo como objectivo principal - o dinheiro!

O descanso vem depois, mas muitas vezes "depois" já é tarde demais. Enganar a Natureza não é tão fácil como a si próprio…O organismo protege-se ao fixar um reflexo de contracção, aliás, não quer aceitar a energia negativa da "competição do dinheiro".

A perturbação do sistema nervoso central perturba, naturalmente, os sistemas autónomos e somáticos que, por seu lado, afectam o funcionamento dos vários sistemas e órgãos do corpo. A harmonia metabólica, assim como os processos digestivos são desequilibrados, a distribuição vasomotora e a respiração são afectadas.

Ao tentarmos medicar-nos engolimos calmantes, antibióticos (que destroem o nosso sistema imunitário), fazemos qualquer coisa para nos sentirmos bem. Mas assim tratamos apenas sintomas sem tratar a raiz do problema. Um organismo contraído não pode ser saudável…

Saiba mais na próxima página

A Bioenergia
Quem quer na verdade ter saúde tem de lutar por isso, respeitando o próprio corpo, sabendo minimamente as regras do funcionamento do organismo. O stress provoca vários efeitos negativos, a contracção é um dos piores. O excesso da energia negativa tem ser drenada ou libertada.

Na maioria dos casos, a sobrecarga está localizada, formando um "curto-circuito". A distribuição da bioenergia tem como objectivo agir contra essas tendências, dirigindo a corrente de cima para baixo e de dentro para fora. Portanto, o terapeuta deve controlar sempre a direcção da bioenergia quando trabalha.

A "intenção psíquica" é um dos factores mais poderosos no tratamento, pois é capaz de normalizar, por si própria, o funcionamento do organismo. Aliás, tendo uma forte intenção para o "Bem" nunca vai acontecer o "Mal". O lema do Reiki por exemplo é: acontece melhor, e acontece!

A importância da nossa posição enquanto estamos a receber este tratamento é também importante para que a energia circule com maior eficácia. A pessoa tem que estar deitada com a coluna direita, assim a energia fluirá livremente.

Durante e depois do tratamento a pessoa pode sentir-se diferente. Pode surgir a sensação do calor ou frio, sentir picadas de agulha, leveza, e até levitação ou transparência, pode começar a ver cores, cristais, etc.

O bionergia leva a pessoa ao equilíbrio, estimula o processo de limpeza profunda, purificando os tecidos corporais, inclusivamente os líquidos, os quais retiram todas as toxinas do organismo.

A desintoxicação abrange todos os níveis corporais: ósseo, muscular, cutâneo, servindo também como um complemento poderoso na estética. Para além disso, este cuidado é ainda muito agradável, proporcionando prazer físico, emocional e energético.

Saiba mais na próxima página

O tratamento bioenergético é conseguido através de várias técnicas, uma das quais o reiki, a massagem relaxante, entre outras. A conjugação das várias técnicas e terapêuticas ajudam a completar este tratamento.

Contra-indicações
O Tratamento Bioenergético (TB) praticamente não tem contra-indicações, excepto para as pessoas cuja energia é muito passiva ou está fortemente bloqueada. Também não é indicado para as pessoas cujo nível do desenvolvimento corporal, intelectual e espiritual é tão baixo, que estas o consideram simplesmente monótono, cansativo e enfadonho.

Reiki
O reiki é um método terapêutico baseado na transferência de energia vital universal, e pode ser utilizado no Trabalho Bioenergético. Reiki é uma palavra de origem japonesa composta por duas sílabas: Rei - força cósmica universal (presente no macrocosmo) e Ki - energia vital (presente em todos os organismos vivos ou microcosmo).

A energia vital, ou Prana, é uma energia "inteligente", fluí para onde é necessária, presencialmente ou à distância. Harmoniza o corpo, a mente e o espírito.

Reiki é:
- Uma técnica de "imposição de mãos", não sendo necessário tocar no cliente durante a terapia.

- Utilizável em qualquer lugar ou situação.
- Uma energia que activa, restaura e reequilibra a energia do receptor.
- Um método de cura natural, profiláctico e de manutenção (diária) do bem-estar, que pode e deve ser usado em colaboração com outras terapias ou medicinas (Convencional ou Tradicional).
- Uma prática que liberta energias bloqueadas a todos os níveis: físico, emocional, mental e espiritual, promovendo o crescimento pessoal.

Fotografia: ©olly - Fotolia.com
Agradecimentos: Igor Valério, terapeuta

artigo do parceiro:

Comentários