Um livro para todos os “Jardineiros de fim-de-semana”

“Uma Horta para Ser Feliz” deixa a todos os “Jardineiros de fim-de-semana” um desafio: tornar a casa num jardim comestível, mesmo que tenha pouco espaço e ainda menos experiência. Um livro recheado de bons conselhos: comer barato, saudável e fruir a natureza.

“Quer transformar a sua casa num autêntico jardim comestível?”. Esta é a pergunta que serve de ponto de partida a “Uma Horta para Ser Feliz” (edição Arte Plural). O livro, que chega aos escaparates a 27 de setembro, apresenta-se recheado de bons conselhos e dicas úteis.

Para Marc Estévez, o autor, não importa onde vivemos ou quanto espaço disponível temos para os nossos hortícolas. Alfaces na varanda, tomates no terraço, abóboras em vasos e morangos no pátio das traseiras, onde haja um pouco de espaço, luz e vontade, pode haver uma horta.

Diz-nos o autor no prefácio do livro: “Comer o que cultiva com as suas mãos tem sido desde sempre um desafio revolucionário para o ser humano. Contudo, agora a abordagem é diferente! As hortas tradicionais, que antes eram um espaço de trabalho quase forçado, perfilam?se hoje como um espaço de ócio, um campo de aprendizagem para desfrutar e saborear a essência da vida, enquanto nos oferecem alimentos saudáveis. A horta, tal como a entendo, é um espaço criativo que nos ensina a ser pacientes, a trabalhar com serenidade e  constância, a tratar todos os elementos do nosso ambiente com a  sensibilidade que merecem”.

 “Praticante e apaixonado divulgador da agricultura ecológica, Marc Estévez é um horticultor de vocação tardia que decidiu um belo dia abandonar a cidade, o seu habitat natural até então, para se instalar no campo. Autor de quase uma dezena de livros, esta sua obra mais recente vai encorajar todos que a lerem a iniciar-se no mundo terapêutico da agricultura. Aos olhos deste amante da natureza, que trabalha a terra há mais de uma década, basta ter uma varanda, por pequena que seja.

O livro chega aos escaparates com o preço de 18,00 euros.

artigo do parceiro:

Comentários