Herdade das Servas Reserva tinto 2013 ganha medalha de ouro em concurso internacional de vinhos

O vinho alentejano Herdade das Servas Reserva tinto 2013, produzido pelos irmãos Serrano Mira, acaba de arrecadar uma medalha de ouro naquele que é o maior concurso de vinhos alemão: o “MUNDUS VINI - Grand International Wine Award”, edição Spring Tasting 2017.

Este Herdade das Servas Reserva tinto só é lançado quando atinge o patamar de excelência e o perfil idealizado pelo produtor sediado em Estremoz, Alentejo. A colheita de 2013 resulta do blend das castas Alicante Bouschet (50%), Cabernet Sauvignon (30%), Alfrocheiro (10%) e Aragonez (10%), estagiado durante um ano em barricas de carvalho francês e americano, de primeiro e segundo anos. O vermelho granado profundo da sua cor faz antever os aromas a frutos pretos bem maduros, groselha, cassis, cacau e especiarias. No paladar, a sua robustez e complexidade tornam o seu final persistente; são notórios os taninos redondos e robustos que lhe garantem tempo de guarda.

A 20.ª edição do “Mundus Vini” teve a concurso mais de seis mil vinhos oriundos de 150 regiões vinícolas que foram provados e avaliados por um júri internacional composto por 200 especialistas de vinho de todo o mundo. Portugal destacou-se nesta edição ao receber 302 medalhas o que permitiu ficar no 4.º lugar do ranking, atrás de Espanha, Itália e França.

O Herdade das Servas Reserva tinto 2013 chega ao consumidor com o preço de 18,00 euros a garrafa.

artigo do parceiro:

Comentários