E o inesperado acontece

Estávamos na primeira fila, agarrados às grades. A verdade é que ainda ontem não nos conhecíamos, mas há um sentimento qualquer que se gera quando seis desconhecidos passam horas sentados à frente de um palco para ver aquela banda. A melhor banda de sempre.

A banda que todos nós tínhamos ouvido e adorado durante a adolescência. E que hoje ia tocar ali, mesmo à nossa frente!

O SOM PARA ESTE MOMENTO
Nunca, nos nossos 14 ou 15 anos, de aparelho nos dentes e penteado bastante duvidoso, podíamos pensar que tantos anos depois este momento poderia acontecer. Sabíamos ainda as letras de cor. Foi com aquela música que nos apaixonámos a sério pela primeira vez. Os cadernos da escola estavam forrados com fotografias, daquelas que naquele tempo se recortavam das revistas de música. Que saudades...

Estivemos ali, junto às grades, umas duas horas antes de o concerto começar. Cada um de nós tinha vindo de um sítio diferente, uns tinham até vindo de comboio de propósito. O concerto foi inesquecível e a fome já apertava depois de algumas horas de dança.

Com cinco novos amigos, decidimos fechar a noite com uma bela refeição. Um cheiro irresistível  pairava pelo ar e, guiados pelos aromas, juntamo-nos à volta de uma mesa e deliciámo-nos com uma bela lasanha acabada de sair do forno.

Entusiasmados com aquele momento, parecia que nos conhecíamos desde sempre. Trocámos números de telemóvel, adicionámo-nos nas redes sociais... Naquelas horas tornámo-nos os melhores amigos, unidos pela música.

Foi por isso que, no final da noite, viemos todos para minha casa. Aquela amizade tinha de continuar. Quem era de longe tinha um sofá para poder dormir umas horas.

O concerto? Ah, claro que foi brutal. Mas, este sim, é um momento mágico.

Não pare de viajar. Leia mais histórias na Rota da Imaginação by Milaneza.

Comentários