"Comeres de África Falados em Português"

Maria Augusta Carvalho traz-nos perto de 270 receitas de Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique. “Comeres de África Falados em Português” reflete séculos de trocas culturais entre diferentes países.

“Comeres de África Falados em Português”, uma edição Casa das Letras (Grupo Leya) é um receituário coligido por Maria Augusta Carvalho (com prefácio de Armando Fernandes). Uma viagem em 272 páginas à herança culinária de vários países; cozinhas que derivam de muitas trocas entre o Oriente e o Ocidente.

Um livro que não esquece os produtos base de muitas destas cozinhas, como a batata, o tomate, o milho maís, as pimentas, os citrinos, ou as malaguetas.

Entre as muitas propostas inscritas nesta obra está a sopa de banana, o caranguejo gratinado, o creme de abacate, a cachupa de peixe, a caldeirada de camarão, a mandioca assada com xarope de banana, o calulu de peixe à São-Tomé.

Maria Augusta Carvalho iniciou a sua paixão pelas cozinhas africanas em Bissau. Foi na capital guineense que, paredes meias com a pensão (e cozinhares) da D. Berta, se iniciou nos sabores e aromas da África lusófona.

A esse prazer, Maria Augusta Carvalho juntou muitas leituras; uma apetência por colecionar receitas dadas por amigos ou familiares. A autora do presente título testou também muitas receitas na sua cozinha.

O livro chega aos escaparates com o preço de 20,90 euros.

artigo do parceiro:

Comentários