Com setembro chegam suculentas maçãs ao “Intrusa na Cozinha”

É setembro, mês de maçãs sumarentas e ricas no uso culinário. Não o esquecendo, a Marta Dionísio do blogue “Intrusa na Cozinha” deixa um convite a todos. Que partilhem receitas com maçã. Todas serão divulgadas.

Com setembro muda a estação e, à mesa, renovam-se hábitos mas também se reinventa a cozinha com alimentos que são eternos. Um deles é a maçã, ou melhor, as maçãs, porque variedades há muitas, mais de sete mil, com diferentes usos e com um reportório culinário notável.

Fazendo justiça a este alimento milenar, a Marta Dionísio, do blogue “Intrusa na Cozinha”, renova o seu desafio mensal à blogosfera: “Tragam uma receita, talvez aquela que tantas vezes tem ficado em lista de espera, ou aquela que repetem vezes sem conta nas vossas cozinhas sem que lhe tivessem dado o devido destaque, ou a outra que é de família, a que tem um segredo, aquela que desperta memórias”.

Na prática, basta deixar o link da receita proposta nos comentários da publicação que abre o ingrediente do mês no blogue “Intrusa na Cozinha”. Se o proponente não tiver blogue pode enviar um email à Marta Dionísio com a receita e uma foto. A bloguer fará a publicação, com os devidos créditos. Pode, ainda, identificar a receita com a hashtag #martaingredientofthemonth.

Com setembro chegam suculentas maçãs ao “Intrusa na Cozinha”

Como é hábito o repto de Marta Dionísio vem acompanhado de uma apresentação ao alimento em destaque. No Bilhete de Identidade da Maçã, podes ler no post que abre o desafio deste mês que estamos perante um “pseudofruto pomáceo da macieira, árvore da família. As maçãs crescem em pequenas árvores, de folha caduca que florescem na primavera e produzem fruto no outono. A árvore é originária da Ásia Ocidental, onde o seu ancestral selvagem ainda é encontrado atualmente”.

Marta não se fica pela história da maçã, traça-nos as características físicas do fruto, “crocante, de interior esbranquiçado e casca com tonalidades de vermelho, amarelo ou verde, dependendo da variedade. De igual forma, o sabor pode também variar de um adocicado refrescante até uma agradável acidez”.

Entre as variedades mais consumidas em Portugal, destacam-se a Gala, John Golden Red, Spur, Verde Doncella, Reineta, Golden Delicious, Starkrimson, Starking e Fuji.

Em Portugal apenas a Maçã Bravo de Esmolfe tem, desde 1994, Denominação de Origem Protegida (DOP) definida na legislação da União Europeia (UE). Já no que diz respeito à Indicação Geográfica Protegida (IGP) são quatro as variedades reconhecidas: Maçã de Alcobaça, Maçã da Beira Alta, Maçã da Cova da Beira e Maçã de Portalegre.

Um descritivo da maçã suculento, onde a autora do blogue “Intrusa na Cozinha” não esquece os benefícios para a saúde e as utilizações culinárias. Um bom incentivo para abrir o apetite a todos os que quiserem enviar as suas receitas para publicação.

artigo do parceiro:

Comentários