As receitas mais suspeitas do submundo gastronómico

As receitas são suspeitas, mas todas apetitosas, os textos irreverentes, as fotografias perfeitas, a apresentação muito original. Uma equipa de chefes armou-se em polícia dos alimentos e lança este novo título “C.S.I - Comida Sob Investigação”.

Depois do projeto 2780 Taberna, Bernardo Mendonça reúne agora uma equipa de chefes, “todos eles muito suspeitos”, como refere, para lançar mais um livro.

“C.S.I - Comida Sob Investigação” (Bertrand Editora) brinca com o universo das séries policiais para nos trazer receitas suspeitas, embora apetitosas, apresentadas com textos irreverentes.

Uma obra onde, não faltando sugestões como os convencionais caracóis (que se começam a consumir nos meses sem “R”, como este maio), também arrisca em propostas irreverentes. Um exemplo? Uma receita de biscoitos de caril e de tomilho que serve como fichas de poker.

São 120 páginas onde cabem nomes como os Deolinda que saltam do palco para mostrar os seus dotes culinários com um saboroso Bacalhau Deolinda.

Este livro chega aos escaparates com o preço de 22,00 euros.

 

artigo do parceiro:

Comentários