Série documental desvenda segredos e memórias da cozinha lisboeta

Uma série documental constituída por nove episódios propõe-se, nos próximos meses, registar as memórias gastronómicas da população idosa residente na Baixa de Lisboa e Mouraria. “Lisboa à Mesa” tem como objetivo conhecer os segredos culinários e as receitas que compõem as mesas da capital.

No primeiro episódio desta série documental promovida pela Associação Mais Proximidade Melhor Vida (AMPMV) é-nos apresentada a Dona Angelina. A protagonista relata todos os segredos de gerir uma mercearia, na Lisboa da década de 1960. À senhora não lhe foge da memória o caderno das receitas com gostinho tradicional e deixa-nos como sugestão (para apontarmos e recriarmos) uma Sopa de feijão maduro, um Coelho à caçador e Bacalhau à dona Angelina.

Todos os nove episódios vão registar o encontro entre um beneficiário AMPMV e o chefe Fábio Paixão da Silva, do Restaurante Povo. Conversas que, como todas as trocas de impressões à mesa, partem das receitas, para as memórias e as histórias que as acompanham.

Para além dos vídeos, serão partilhadas as receitas e os bastidores do projeto. Será igualmente lançado o desafio à comunidade online para partilhar as suas próprias receitas de família e memórias gastronómicas.

Os vídeos vão ser lançados no canal Youtube AMPMV e no blog do projeto.

A AMPMV é uma associação sem fins lucrativos, dedicada ao combate à Solidão e o Isolamento, da população idosa. Atua na Baixa de Lisboa e Mouraria, acompanhando cerca de 140 pessoas idosas, na sua grande maioria do sexo feminino, com uma média de idade de 86 anos e com diversos graus de autonomia. A Associação conta com o apoio de cerca de 35 voluntários, devidamente formados para a concretização dos seus objetivos.

artigo do parceiro:

Comentários