Os segredos dos restaurantes fast food

Quantas vezes já deu por si a ter de comer num destes restaurantes? Seja por uma questão de tempo ou de dinheiro, esta é uma das principais opções de escolha. No entanto sabia que há curiosidades muito interessantes sobres estas cadeias? Descubra já.
créditos: Pixabay

Hoje em dia falta com a falta de tempo para tanta coisa é muito normal acabarmos por comer com regularidade em algum restaurante de fast food.  Que a comida é saborosa, que tem mais calorias do que aquela que prepara em casa e que é uma opção mais barata já todos sabemos, mas será que conhece os segredos sobre os restaurantes fast food? Descubra algumas curiosidades:

Existe um horário ideal para comer num restaurante de fast food - A melhor hora para ir a um restaurante de comida fast food é entre as 12h e 13h e entre as 19h e 20h. Claro que pode ser mais difícil encontrar uma mesa vazia, mas pode ter a certeza que pelo menos a comida será fresca pois é o horário em que sai mais. O pior horário é o da manhã quando os alimnetos são cozinhados logo depois das máquinas terem sido limpas, o que faz com que tragam mais químicos.

Um refrigerante custa menos que um chá porque ele abre o apetite - Em geral, nos restaurantes de fast food os refrigerantes custam menos que o chá. Isso porque o refrigerante nunca tira a sede. Além disso, o dióxido de carbono (gás carbónico, que forma as bolhinhas) abre o apetite.

O aroma da cozinha é parte da publicidade - Ao passar por um restaurante de fast food é impossível não sentir o cheiro. Isso não é uma casualidade: muitos restaurantes querem justamente que o cheiro chegue até à rua, atraindo a atenção de quem passa. Alguns até deixam a porta da cozinha aberta de propósito.

Comer com as mãos sabe melhor - Já parou para pensar por que em quase todos os restaurantes de comida fast food não há talheres? A resposta é simples: quando comemos com as mãos, sentimos mais prazer e, por isso, comemos mais.

As batatas fritas têm 19 ingredientes - O sabor das batatas fritas de um restaurante fast food é uma combinação de mais ou menos 20 ingredientes. O ingrediente básico, claro, é a batata. Entre os outros há intensificadores de sabor, aditivos e muitos outros químicos.

As máquinas de refrigerantes são super sujas - As máquinas de refrigerante são muito difíceis de limpar, por isso elas raramente são limpas. Imagine quantas bactérias, micróbios e fungos se acumulam nelas, principalmente porque as bebidas são muito doces.

Hoje em dia a comida fast food é mais gordurosas que há 30 anos - Isso acontece por um motivo bastante simples: hoje, as porções são maiores, fazendo subir também a quantidade de calorias. Sendo assim, hoje, um hambúrguer com queijo tem 75% mais calorias do que tinha nos anos 80. As batatas fritas tinham duas vezes menos calorias há 20/30 anos, e a pizza tem 70% mais calorias hoje em dia.

Um milk shake tem 2-3 vezes mais açúcar que a dose diária recomendada - Os milk shakes são muito pedidos em restaurantes de comida fast food. A dose diária recomendada de açúcar para um adulto é de 25-50 g. Já um milk shake vendido numa qualquer cadeia de fast food tem mais ou menos 80 g.

Se quiser batatas fritas frescas, peça sem sal - Se você gosta de batatas fritas acabadinhas de fazer peça uma porção sem sal. Como o sal é colocado sempre em todas, será necessário fazer uma nova porção exclusivamente para si.

Leia sobre:

Segredos dos tripulantes de cabine

Estes são os melhores rooftops do mundo

artigo do parceiro:

Comentários