O triunfo das marcas brancas

A Certificação Seleção é uma ideia inovadora de raiz portuguesa e inédita a nível mundial. O objetivo é aferir a qualidade dos produtos das marcas de distribuição. Os produtos do Intermarché foram os grandes vencedores da primeira edição.

Muitas vezes são escolhidos porque são mais baratos, mas a verdade é que, em provas cegas, conseguem obter a preferência de muitos consumidores. Falamos das marcas de distribuição, também conhecidas por marcas brancas, que por vezes atingem um patamar de qualidade tão bom ou mais alto do que as marcas tradicionais. Das bolachas de aveia, café expresso e iogurte cremosos de morango do Auchan, aos iogurtes gregos e queijos do Lidl, passando pelo leite meio gordo, iogurtes líquidos com fruta e bolachas do Dia-Minipreço, muitos produtos vão passar agora a ostentar o “Selo Sabor” como garantia de qualidade. Mas o grande vencedor da primeira edição portuguesa será o Intermarché, que conseguiu nada menos que 15 referências certificadas, entre azeites, bolachas, manteigas, refeições congeladas, cremes para barrar, bacalhau, pizzas e cervejas.

A Certificação Seleção, nas vertentes Sabor, Beleza e Limpeza reuniu um total de 153 referências das marcas de distribuição Auchan, Dia-Minipreço, Intermarché e Lidl. Em provas cegas, sem referência a marcas, os consumidores atribuíram valores entre 0 e 10 valores a cada produto. Entre elas, 31 foram classificadas com mais de 7 pontos, obtendo assim a Certificação Seleção. Esta avaliação tinha em conta fatores como o sabor, cheiro, textura, aspeto e satisfação global.

Para António Peres, Diretor-Geral da Certificação Seleção, esta é uma prova de que “os produtos das marcas de distribuição não se distinguem apenas pelo preço, mas sim pela qualidade que oferecem”. Lamentando que o líder de mercado em Portugal não tenha aderido ao projeto desde o início, o responsável adiantou que é a primeira vez a nível mundial que são certificados produtos das próprias insígnias. O projeto “nasceu português e decorre em quatro países: Alemanha, Itália, Brasil e Portugal”, todos eles com cenários bem distintos. Em Itália, por exemplo, há pouca penetração das marcas de distribuição, enquanto na Alemanha são elas a dominar o mercado e no Brasil são estas marcas a atingir os preços mais elevados.

Refira-se que a Certificação Seleção ofereceu um cheque de €50.000 ao Movimento Mulheres de Vermelho, no âmbito da sua política de responsabilidade social.

artigo do parceiro:

Comentários