Lisboa: Até 1 de outubro a cozinha marroquina senta-se à mesa no Parque das Nações

Até ao próximo dia 1 de outubro, Paulo Anastácio, chefe de cozinha no restaurante Bistrô & Tapas, do hotel Tryp Lisboa Oriente, faz uma vez mais mostra da sua versatilidade gastronómica, neste caso num périplo pelos comeres do Norte de África, mais concretamente de Marrocos.

É Paulo Anastácio na primeira pessoa quem confessa ao SAPO Lifestyle a sua paixão e afinidade com a cozinha marroquina, com “um primeiro contacto directo através de uma viagem que efectuei por aquele país e, depois, um embrenhar de conhecimentos naqueles comeres”. O chefe do restaurante Bistrô & Tapas, do hotel Tryp Lisboa Oriente, falava no decurso de um almoço de apresentação da “Semana Gastronómica de Marrocos” (menu completo aqui). Mais uma iniciativa com a assinatura “10 dias, 10 almoços, 10 euros”, embora no caso presente, prolongado os prazeres gustativos desta mesa com sabores magrebinos por 12 dias.

Uma carta que não se detém somente nos dez pratos principais. O chefe Paulo Anastácio tem aqui a oportunidade de nos apresentar algumas entradas (a 3,75 euros, cada), onde não falta o Pão Pita em casamento com um Hummus de azeitonas marinadas ou a emparelhar com uma Harrisa e azeitonas marinadas, esta a testar palatos com menos resistência ao picante. “Esta é uma cozinha plena de especiarias, que nos coloca perante sabores com os quais não contactamos tão frequentemente”, sublinha o chefe, recordando que esta mesa marroquina deixou influências históricas na mesa portuguesa. “Quando dizemos que um determinado prato marroquino nos recorda a nossa cozinha, devemos pensar no inverso, na influência passada, na Península, de povos do norte africano”. Ainda no capitulo de abertura da refeição, sublinha-se a oportunidade de degustar duas sopas de cariz tradicional marroquino, a Harira de Borrego e a Chorba.

Lisboa: Até 1 de outubro a cozinha marroquina senta-se à mesa no Parque das Nações

À mesa no restaurante Bistrô & Tapas, o comensal é convidado a recordar esta herança cultural partilhada com os nossos vizinhos meridionais. Na sala a

mpla, plena de luz, repleta de ícones que nos recordam a nossa Expo 98 e com vista para o afã de uma das artérias mais movimentadas do Parque das Nações, a proposta nos principais, inclui uma dezena de pratos, com carnes e peixes bem distribuídos na carta. Prove-se um Couscous Berbere com filete de dourada, ou a Tagine de perca com paprika e harissa, a Pastilla de frango com canela e amêndoas, o Kebab de novilho com chermoula e couscous, a Tagine de kefta de novilho com ameixas e especiarias. Para palatos menos cárneos, há uma opção vegetariana, a Tagine de legumes.

Para encerrar e porque nos doces é rica esta cozinha com travo a marrocos a sugestão  nas sobremesas (3,75 euros/cada) recai na Pastilla com leite-creme de flor de laranjeira e amêndoas ou uma Salada de laranja e canela com Hortelã e gelado de baunilha. A acompanhar, o incontornável chá de menta.

Cozinha de tempero forte, exótico, mas que Paulo Anastácio amenizou sem, contudo, comprometer aquilo que procuramos, um encontro com outras latitudes de sabor.  Uma viagem que restaurante Bistrô & Tapas nos propõe com frequência. Já este ano tivemos a oportunidade, entre outras, de provar na unidade integrada no grupo Hoti Hotéis, as cozinhas macaense, grega e a mais próxima culinária da Madeira. Até ao final do ano, o calendário de semanas gastronómicas no Trip Oriente, apresentará uma iniciativa com a cozinha indiana e, a fechar 2017, a reedição dos dez dias com feijoadas.

Restaurante Bistrô & Tapas

Hotel Tryp Lisboa Oriente

Av. D. João II, Parque das Nações

Reservas e informações: (+351) 218 930 017

Comentários