Segredos para uns ovos divinais

O ovo é incontornável quando falamos da alimentação humana. Falamos de um ingrediente culinário com utilizações que superam a nossa imaginação.

Os ovos inteiros podem ser utilizados para ligar misturas, tais como recheios e massas de croquetes, para fazer crescer bolos, ou pincelar um cozinhado. As gemas engrossam molhos e formam emulsões com óleo em molhos e maioneses.

Já as claras batidas fazem merengues, levantam soufflés e tornam leves as sobremesas cobertas. O ovo contém água, proteínas, gorduras e importantes quantidades de vitaminas A, B1, B2, D e E, para além de minerais, entre os quais o cálcio, o ferro e o fósforo. Cozido, mexido, escalfado, estrelado para confeccionar um bom ovo é preciso seguir regras.

Ficam, aqui, alguns conselhos essenciais:

Ovo cozido Leva-se água ao lume com sal. Quando esta ferver em cachão, coloca-se os ovos. Deixa-se retomar a ebulição e coze-se os ovos durante 10 minutos em lume brando. Depois de cozidos, deve mergulhar-se imediatamente os ovos em água fria corrente.

Ovo escalfado Leva-se um tacho ao lume com água e vinagre (para 1 l de água 1 dl de vinagre). Deixa-se ferver. Os ovos devem abrir, um a um, para dentro do tacho. Deixa-se cozer durante cerca de quatro minutos. Com o auxílio de duas colheres de sopa reúne-se as claras em torno da gema. Com a ajuda de uma escumadeira retira-se os ovos do lume, mergulhando-os imediatamente em água fria. Escorre-se os ovos sobre um pano e apara-se os bordos irregulares com uma faca.

Ovo estrelado Barra-se uma frigideira pequena com manteiga ou margarina e deita-se imediatamente o ovo (previamente aberto para uma taça) na gordura. Frita-se em lume brando. Apenas a clara é temperada com sal.

Ovo frito Estes ovos exigem grande rapidez de preparação. A frigideira deve ser pequena e funda, utilizando-se uma pequena quantidade de óleo, ou azeite. Abre-se o ovo para uma taça, vertendo-se cuidadosamente no óleo bem quente. Quando a clara se espalhar e solidificar, reúne-se em torno da gema, com uma colher de pau.

Ovo mexido Barra-se uma frigideira com manteiga ou margarina, vertendo para ai os ovos antes de os levar ao lume. Tempera-se os ovos com sal e pimenta. Mistura-se sem bater. A frigideira vai a lume muito brando, mexendo os ovos com uma colher de pau. Os ovos devem adquirir uma estrutura cremosa.

Omelete Deve utilizar-se uma frigideira de fundo espesso. Aquece-se bem a manteiga ou margarina. Bate-se os ovos levemente. Adiciona-se aos ovos um pouco de manteiga derretida ou natas, leva-se ao lume e deixa-se cozer em fogo forte.

Ovo recheado Coze-se previamente os ovos. Depois de cozidos corta-se os ovos no sentido do comprimento e retira-se cuidadosamente as gemas, colocando-as numa tigela. Esmaga-se as gemas com um garfo. Junta-se às gemas manteiga, maionese, sal e pimenta. Mistura-se bem o preparado bem até obter uma massa homogénea. Com uma colher as claras são recheadas. Leva-se os ovos ao frigorífico num recipiente tapado, até ao momento de servir.

artigo do parceiro:

Comentários