Os símbolos do Dia dos Namorados

Setas, cupido, afrodisíaco, Valentim - termos que nos habituámos a ouvir por esta altura. Mas será que sabe o significado de cada um?

Decore os seus pratos com corações e flores, apimente as receitas com ingredientes especiais e tenha um dia dos namorados muito feliz!

As setas de Cupido, que significam desejo, são capazes de atingir tanto os deuses como os humanos em qualquer altura.

Cupido (a adaptação romana do grego Eros) é filho de Vénus, deusa do amor (adaptada de Afrodite, deusa grega do amor e da beleza).

Os termos afrodisíaco e erótico têm origem nestas míticas personagens. A ligação entre a atração física e o amor como sentimento foi também explicada pelos antigos, através da sua mitologia. Vénus, deusa do amor e da beleza, teve um filho de Marte, deus da guerra. Esse filho, Cupido, apaixonou-se por Psique, uma bela humana, e dessa ligação nasceu a sua filha, Volúpia.

Mas em todas as culturas surge uma divindade cuja missão é proteger os apaixonados. Assim sucede com Blodeuwedd, a deusa celta das flores que auxilia nas curas e no amor.

No Brasil, é Iemanjá. Na tradição católica, surge-nos não só São Valentim, como o casamenteiro Santo António ou São Gonçalo de Amarante, encarregado de encontrar noivo para as solteironas mais velhas. Todas as épocas do ano são, pois, favoráveis ao amor e à paixão. Basta encontrar um pretexto para celebrar!

artigo do parceiro:

Comentários