Gelados - Dicas para um consumidor atento

Excesso de natas, sabores artificiais, pouco leite. Há perigos que rondam os bons gelados. Saiba identificar.

- Muitos fabricantes de gelados recorrem a elevadas quantidades de nata, que conferem ao preparado, mais rapidamente, um maior volume;
Mas esta tentação traz consigo dois defeitos: o gelado fica com mais gordura percentual e a nata acaba por encobrir outros sabores de que poderemos usufruir...

- Na produção industrial de gelados, é frequente incrementarem-se artificialmente diversos sabores acompanhantes, de que são exemplos o chocolate e a framboesa, para que estes não percam a batalha com as poderosas natas;

- Prefira sempre gelados cuja composição apresente uma boa percentagem de leite, ainda que este possa estar conjugado com as incontornáveis natas...

- Nos gelados, como é sabido, o açúcar é normalmente o ingrediente conservante e emulsionante por excelência. Mas há que buscar o equilíbrio, pois se o açúcar contribui para a longevidade e consistência do gelado, uma dose exagerada (para além de ter efeitos dietéticos nocivos) ameaça a percepção dos restantes ingredientes.

artigo do parceiro:

Comentários