As ervas aromáticas

Dão alma aos cozinhados. São a essência da melhor cozinha. Elas fazem a diferença.

Aipo
Rico em cobre protege contra o cancro, doenças cardiovasculares e infecções. Contém também fósforo, que aumenta a resistência do organismo e ajuda a combater a fadiga. Por outro lado, o magnésio presente no aipo previne doenças de coração, cálculos renais e dá força muscular. Além disso, o zinco contribui para o apuramento dos sentidos da visão, paladar e olfacto.

Alecrim
Muito utilizado em cozinhados com borrego, também resulta bastante bem com coelho, frango e salsichas. Possui um sabor forte, pelo que convém utilizá-lo em pequenas quantidades e finamente cortado. Os pés inteiros constituem uma boa base para grelhar carne de criação.

Alho
Da família das cebolas, o alho é tão aromatizante como qualquer outra erva fresca. Liga bem com quase todos os ingredientes, excepção feita aos mais delicados, devido ao seu sabor intenso. Quando cru ou ligeiramente cozinhado o seu sabor é forte e intenso. Contudo, quando cozinhado, brandamente, por um tempo longo, fica com um sabor suave e doce. Alguns pratos ou molhos necessitam, apenas, de pequenas quantidades de alho, enquanto pratos de cozedura prolongada beneficiam com a adição de diversos dentes.
Valor calórico - 100 gramas de alho fornecem 134 calorias.

Angélica
Seca ou fresca é utilizada para conferir gosto ao peixe e saladas, possui um sabor semelhante ao do zimbro. Quando cristalizado, o seu caule pode ser cortado em pedaços e usado em bolos de frutas, ou amolecido com água quente e depois utilizado para decorar pudins, bolos e biscoitos.

Azedas
Ervas aromáticas, com sabor aproximado ao do limão, são aconselhadas em sopas e molhos, adicionadas no final, após uma cozedura rápida. As folhas das azedas perdem a sua cor verde-clara quando aquecidas. Por vezes usam-se os espinafres com as azedas para conferir mais cor. As saladas também ganham com a adição de algumas folhas cruas de azedas.

Borragem
Utilizada nas bebidas de Verão, como o Pimms. A flor é decorativa e as folhas sabem a pepino. As flores podem ser cristalizadas e as folhas, tenras, adicionadas a saladas.

Canela
Considerada estimulante e anti-diarreica, além de facilitar a digestão.

Cebolinho
Os caules, de cor verde-viva, tem sabor a cebola, tornando-os uma guarnição ideal para sopas de tomate, saladas, recheio de batatas assadas e pratos de ovos.

Cerefólio
Deve utilizar-se assim que colhido. Dá gosto a omeletas e pratos de peixe. ?? utilizado, igualmente, em saladas.

Coentro
Contém cobre (considerado eficaz na luta contra o cancro e protector de doenças cardiovasculares), ferro (prevenção da anemia e potenciador da imunidade), fósforo, magnésio, selénio (anti-oxidante, desintoxicante e anti-inflamatório), sódio Regulador do equilíbrio hídrico das células) e vitaminas A, B1, B3, e E.
As folhas, as raízes, os caules e as sementes desta erva possuem sabores diferentes. As folhas frescas conferem um gosto exótico a qualquer prato, quando adicionadas antes de servir. Os coentros prestam-se a saladas e a guarnições.

Endro
Utilizado fresco ou seco para aromatizar sopas, molhos, pickes e salmão em salmoura. O endro fresco realça o sabor das saladas, caldeiradas, batatas e outros legumes, quando adicionado no último momento.

Eruca
Utiliza-se em saladas, com as folhas novas, inteiras. Tem um sabor forte, semelhante ao do agrião. Mistura-se bem com massa cozida, com manteiga e alho esmagado.

Erva Cidreira ou Melissa
As folhas frescas possuem um sabor e aroma semelhantes ao limão. Utilizam-se as folhas inteiras em ponches e bebidas de frutas e as folhas cortadas em sopas e saladas.

Estragão
Contém cálcio, potássio (melhora o desempenho físico), vitamina A, B3, B6, C e E.
Possui um sabor forte mas subtil, utilizando-se em frangos, manteigas, molhos, ovos e peixe. Pode, ainda, ser usado nas peças de carne e em tempero de saladas.

Funcho
A planta que deu o nome ao Funchal tem cobre, fósforo e vitamina B3, coadjuvante da circulação sanguínea e da redução do colesterol.
Os caules e as folhas têm um delicado sabor adocicado. As folhas são excelente guarnição para legumes e pratos de peixe.

Gengibre
As propriedades estimulantes do gengibre devem-se à vitamina B3, B6 (alivia sintomas de tensão pré-menstrual e actua contra o cancro) e vitamina C (capaz de prevenir o cancro, imunizar o organismo contra gripes e constipações, reduzir o colesterol, cicatrizar as feridas, proteger as gengivas e defender o organismo dos radicais livres). O gengibre também contém manganésio, que exerce uma acção anti-oxidante no organismo; selénio e zinco.

Hortelã
Possui uma vasta gama de sabores. Fica bem em sopas de creme e em almôndegas. Possui um sabor interessante quando adicionada a molhos picantes de frutas e especiarias, a groselha negra, ameixas e outros frutos de verão em calda. A hortelã picada pode ser espalhada sobre legumes cozidos.

Louro
As folhas de louro são utilizadas frescas ou secas. Caem bem nos peixes e também na caça. Se se extrair a nervura central das folhas e estas forem finamente picadas, produzem um bom efeito nos molhos de natas e ovos.

Manjericão
Contém cálcio, zinco e vitamina A, B3, B6, C e E.
As folhas verdes possuem um excelente aroma. Ao cozinhar com manjericão deve-se adicionar este no final, para que conserve o sabor. Utiliza-se para dar sabor ao tomate sendo, também, misturado em saladas e em diversos molhos.

Manjerona
Uma erva adocicada, semelhante aos orégãos, mas muito menos agressiva. O seu sabor, delicado, é destruído pela cozedura longa pelo que se aconselha adicioná-la pouco antes de servir.

Noz-Moscada
Este tempero tem propriedades estimulantes e desinfectantes do intestino. Também promete efeitos afrodisíacos.

Orégão
Erva muito utilizada na gastronomia italiana, o orégão contém cálcio, ferro, vitamina B6 e vitamina E.
A única erva aromática que fica melhor seca do que fresca. Liga bem com carne, frango, legumes, queijo e ovos.

Salsa
Tida como indutora do crescimento, a salsa contém sódio, potássio, manganésio e ferro.
Embora tradicionalmente utilizada apenas como guarnição a salsa fresca confere um excelente sabor a sopas e molhos. Existem duas variedades, com folhas lisas ou frisadas, sendo a primeira mais decorativa e de sabor mais forte.
Salsa picada, alho esmagado e azeite extravirgem, constituem um bom acabamento para pratos de carne e peixe grelhados. A salsa também pode ser frita e servida com o peixe, ou desfeita em puré, com um pouco de manteiga, para obter um molho que se serve com frango ou vitela.

Segurelha
Contém cálcio, ferro, magnésio e vitamina A, também conhecida por beto-caroteno. Esta vitamina aumenta a imunidade do organismo, combate doenças de pele e previne o envelhecimento precoce.

Tomilho
Indicado para pratos de longa cozedura e estufados. Consome-se fresco ou seco e acompanha bem borrego, porco, frango, peixe e ovos.

artigo do parceiro:

Comentários