O monge budista que faz sucesso como maquilhador e ainda atua como drag queen

Kodo Nishimura, um japonês de 26 anos, maquilhou as candidatas da última edição do concurso de beleza Miss Universo e realiza regularmente workshops de cosmética.

Tem 26 anos, é monge budista há pouco mais de dois, mas tem mais do que fazer do que viver para a meditação e a virtude. O japonês Kodo Nishimura, que hoje faz sucesso como maquilhador e ainda atua como drag queen, descobriu a paixão pela cosmética por acaso. Ao tentar ajudar uma amiga maquilhadora, percebeu que tinha talento. Daí até estar a aplicar blush e eyeliner nas candidatas da última edição do concurso de beleza Miss Universo foi um passo.

Inicialmente, ficou em pânico com a ideia de ter de optar entre a nova paixão e a religião mas, surpreendentemente, um dos seus mentores apoiou-o e tranquilizou-o, afirmando que, ao maquilhar homens e mulheres, «poderia continuar na mesma a fazer passar a sua mensagem às pessoas», revelou ao site BuzzFeed. Pouco tempo depois, Kodo Nishimura aparecia numa fotografia na revista Out in Japan.

No editorial que fez para a publicação, associou a sua imagem a um projeto visual que defende as minorias sexuais no Japão. «Nessa altura, conheci muitas pessoas transgénero», confidencia. «Muitas não percebiam nada de maquilhagem e eu dei-lhes conselhos», prossegue. A partir daí, começou a fazer muitos workshops de cosmética, a maioria deles direcionados para pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgénero (LGBT).

«Enquanto monge budista, quero que todas as pessoas vivam felizes e em harmonia», defende. «Eu acredito que a maquilhagem é uma das ferramentas que nos fazem mais felizes e uma pessoa feliz é mais simpática para os outros», refere ainda Kodo Nishimura, que, além de se ter começado a maquilhar em ocasiões especiais, também tem trabalhado como drag queen nos últimos tempos.

Texto: Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários