Karl Lagerfeld explica porque nunca abandonará a Chanel e a Fendi

O criador alemão, que também tem a sua própria etiqueta, revelou a uma publicação feminina os contornos dos contratos que tem com as marcas de moda. A entrevista foi feita em Londres

Karl Lagerfeld, que esteve nos últimos dias em Londres para a inauguração de uma nova exposição sobre Coco Chanel, aproveitou a estadia em solo britânico para, além de inaugurar a mostra «Mademoiselle Privé» na Saatchi Gallery, conceder uma entrevista à editora da Vogue Alexandra Shulman. À frente da criação artística da marca há mais de 30 anos, o icónico estilista, que também é responsável pela estética da Fendi há mais de meio século, ainda não está farto.

«Acho que tenho muita sorte por poder fazer aquilo de que mais gosto nas melhores condições. Não tenho de andar à luta com ninguém. Sabia que os contratos que tenho com a Fendi e com a Chanel são para a vida?», perguntou, em jeito de desabafo, o criador alemão. «E não me sinto nada cansado. Detesto pessoas lentas», revelou ainda.

Apesar dos estilos diferentes que caracterizam cada uma das etiquetas, o designer de moda nunca se sentiu baralhado. «Eu nunca as misturo na minha cabeça. Esse é o segredo», refere Karl Lagerfeld. «Quando estou a criar para a Fendi sinto que sou uma pessoa diferente daquilo que sou quando estou a trabalhar para a Chanel ou para a minha própria marca. Eu não tenho uma personalidade. Tenho três», refere.

Texto: Luis Batista Gonçalves com Pascal Le Segretain/Getty Images (fotografia)

artigo do parceiro:

Comentários