A leveza domina as coleções da Semana da Moda de Milão

A leveza tomou conta das coleções para o verão de 2016, apresentadas esta quinta-feira na Semana de Moda de Milão. Uma ode aos materiais suaves e ao espírito colorido que somente a Fendi quebrou com as peças de couro.
créditos: Imagens AFP

O desfile da marca Emilio Pucci foi um dos mais esperados desde a chegada do novo diretor artístico Massimo Giorgetti, que substituiu Peter Dundas em abril.

A marca florentina, fundada pelo marquês Emilio Pucci em 1951, não dececionou com seu novo estilo juvenil marcado pela cor, um certo ar fresco, transparências, sobreposições e efeitos brilhantes.

Os looks vaporosos alternavam saias plissadas e calças com detalhes metálicos. Tudo combinado com camisas transparentes, tops cobertos de lantejoulas e tecidos brilhantes e sandálias rasteiras com plumas.

Os vestidos de tecido leve foram apresentados sob a forma de combinação, alguns com alças finas que formam um mosaico de seda impresso e unido na diagonal. Tudo se sobrepõe, se move e brilha.

A frescura e a leveza também marcaram a coleção da Blugirl, segunda linha da marca Blumarine, que propõe um estilo "casual" para o verão com túnicas amplas e saias ciganas de popeline ou crepe de seda, com mangas bufantes e ombros de fora.

Cintos e pendentes proclamam em grandes letras douradas a palavra ANNA, nome da estilista Anna Molinari.

Na Fendi, Karl Lagerfeld usou couro trançado. Macacões, casacos muito curtos e saias em estilo balonê em couro de cordeiro e tons vermelhos e rosados.

A incrível confecção artesanal da pele chega até um maillot de couro preto. Além do vermelho, o próximo verão será dominado por branco e preto, num espírito quase rock.

Os casacos vêm sem mangas, transformam-se em coletes sexy e os fatos têm riscas com fios de prata.

Esta sexta-feira desfilam Blumarine, Emporio Armani, Etro, Iceberg e Versace.

Comentários