A 43ª edição ModaLisboa arrancou hoje com Sangue Novo

Alexandra Moura, Ricardo Preto e novos designers apresentaram as suas coleções para a estação primavera/verão 2015.

Sob o tema "Legacy", a 43ª edição da ModaLisboa arrancou hoje, no Pátio da Galé, na Praça do Comércio, com a plataforma Sangue Novo. 10 de outubro, 10 designers, 10 perspetivas e 10 coleções que antecipam o verão 2015 com propostas inovadoras que demonstraram o talento nacional e o futuro da moda portuguesa.
O início do desfile coletivo estava previsto para as 18:00 horas, mas as apresentações dos novos talentos só começaram perto das 19h. A primeira apresentação da nova geração de designers, foi de Olga Noronha, seguida de Catarina Oliveira, duas repetentes da plataforma. Seguiram-se as duplas Banda e Rua 148, depois foi a vez das jovens Inês Duvale, Juliana Cunha, Nair Xavier e de Cristina Real apresentarem as suas coleções. Andrea Lazzari, o italiano convidado no âmbito da parceria da ModaLisboa com o festival de moda holandês FashionClash, foi o penúltimo a desfilar a sua coleção. A fechar esta mostra de talento nacional esteve o madeirense Joaquim Correia. Após algumas palavras de Eduarda Abbondanza foi anunciado que a coleção escolhida para participar no festival de moda holandês FashionClash, foi a "Karma" de Inês Duvale.

Às 21:00 horas foi a vez de Alexandra Moura apresentar a sua coleção primavera/verão 2015 no Pátio da Galé. Sob o tema “Interverter”, a designer apresentou silhuetas desconstruídas, com sobreposições, transparências, assimetrias, elásticos e inversão do direito com avesso, que materializaram o conceito "Interverter". O denim foi um dos materiais mais utilizados nesta coleção cuja paleta se centrou no azul índigo, preto e junção de diferentes brancos.

Coube ao consagrado Ricardo Preto encerrar este primeiro dia de desfiles no Paços do Concelho, com “Contemporary Warriors” ao som da fadista Ana Bacalhau. Uma coleção para mulheres modernas, citadinas e urbanas. Mulheres guerreiras contemporâneas, que vivem num ritmo acelerado e num mundo estonteante, cujo desejo é caminhar mais devagar, esquecer tudo por uns momentos e descansar. A coleção começou com uma forte inspiração militar e safari , com padrões camuflados e franjas, terminando com uma influência tipicamente portuguesa.

Amanhã, sábado, dia 11 outubro, é dia de estilo, elegância e ethnic chic, com o desfile de Christophe Sauvat, em estreia na ModaLisboa, às 15H00. Ainda na tarde de sábado, às 17H00, assistimos à estreia na ModaLisboa, das propostas minimalistas de Michal Szulc, designer polaco com atelier em Varsóvia, criador de uniformes e figurinos, numa assinatura plena de vitalidade e funcionalidade. Filipe Faísca desfila às 18H00 e CIA. Marítima às 19H00. Para a noite de dia 11, às 21h00, está reservada mais uma novidade: a estreia do criador de moda Carlos Gil. Ricardo Andrez, às 16H00, e Luís Carvalho, às 20H00, fazem as honras da plataforma LAB da ModaLisboa.
Novidade será ainda a apresentação do primeiro desfile Miguel Vieira Man, que encerra com chave de ouro o segundo dia do evento.

Veja todos os desfiles desta 43ª ModaLisboa - Legacy.

ModaLisboa dia 1

artigo do parceiro:

Comentários