35ª edição do Portugal Fashion encerra com regresso de Nuno Baltazar

As criações do estilista voltaram às passereles deste certame, num dia marcado também pelas criações de Luís Buchinho, Miguel Vieira e Fátima Lopes

No seu regresso ao Portugal Fashion, Nuno Baltazar apresentou as suas propostas para a primavera/verão 2015 com uma coleção inspirada na sétima arte e na celebração do feminino. O criador português deixou-se influênciar pelo cinema francês, em especial pelo filme "Le Mepris" de Godard e pela sua personagem principal, representada por Brigitte Bardot. Se os primeiros coordenados não remetem imediatamente para o cinema, este é  sugerido pelos cabelos das modelos, ao estilo da icónica estrela dos anos 60.

A colecção representa para Nuno Baltazar um regresso e esta viagem no tempo ao cinema de autor, por oposição à indústria de Hollywood, é um paralelismo com o seu próprio percurso. Desta forma, estão presentes referências a antigos cenários, como o verão mediterrânico, e mitologia clássica, coordenadas com referências a coleções anteriores do criador. As propostas do próximo verão têm como ponto de partida uma mulher simultaneamente forte, sedutora, frágil e emocional, que se traduz em silhuetas helénicas sofisticadas, volumes nos ombros e drapeados. Os materiais escolhidos foram as telas de viscose, cupro e seda natural, com acabamentos metalizados em foild e lurex. No que respeita à paleta de cores, estão presentes o preto e branco, o verde floresta, o vermelho e o rosa blush. Os acessórios tiveram também um grande destaque, como os stilettos em pele, os óculos de sol redondos e os colares.

O dia começou bem cedo, com  desfile de Luís Buchinho, por volta das 14h30, no Conservatório de Música. O nome da coleção "Happy Hour" remete para um mood descontraído e esse é um dos objetivos do criador: apresentar um look alegre, leve, fresco. As silhuetas são sedutoras e elegantes e as peças são influênciadas por uma inspiração desportiva retro, mais especificamente pelos fatos de banho, conjugada com uma feminilidade e elegância, presente nos vestidos cocktail. Ao longo do desfile, os coordenados trazem à passerele um espírito de uma "pool party", quer pela cor do corredor escolhido por Buchinho (em verde água) quer pela paleta de cores e materiais eleitos para próxima a primavera/verão: tafetás de seda, malhas de viscose e seda, rendas, organzas e chiffons misturam-se em jogos de transparência e texturas e apresentam-se em tons pastel florais, como o azul céu, nude, lilás ou malva, e em preto, branco e magenta. Apesar de já ter apresentado as suas propostas no calendário da Semana da Moda de Paris, no âmbito do Portugal Fashion, Luís Buchinho apresentou-nos hoje mais três coordenados da sua coleção "Happy Hour".

Os desfiles seguiram para a Alfândega do Porto, e contaram com Árvore, EMP, ESAD e Modatex na plataforma Bloom, destinada a jovens criadores. Também foi o dia dedicado à indústria, com as marcas: Ballentina, Concreto by Hélder Baptista, Cheyenne, Mad Dragoon Seeker by Alexandrine Cadilhe & Daniel Simões. Dkode, Fly London, Goldmud e Alexandra Moura, J. Reinaldo, Nobrand e Sílvia Rebato foram as marcas de sapatos apresentadas na plataforma Shoes, que contou com Cláudia Vieira, uma das embaixadoras desta edição, no desfile.

Carlos Gil apresentou as suas propostas por volta das 17h e para o verão 2015 o designer partiu do espírito desportivo de uma partida de ténis e criou a colecção "Match Point", na qual pontos e linhas criam estampados geométricos e os looks combinam silhuetas estruturadas com uma fluidez e movimento. Desde o primeiro coordenado que a inspiração no court de ténis é evidente: as modelos desfilam com raquetes e fitas no cabelo. Os acessórios sporty completam os looks apresentados numa paleta em que o branco e o preto equilibram tons como o rosa-pó, azul-pó ou amarelo, em padrões de bolas e riscas ou em coordenados de uma só cor. As texturas e materiais, por sua vez, contrastam na sua consistência, rigidez e movimento, às quais o criador deu uma atenção detalhada. Assim, surgem na passerelle saias rodadas combinadas com tops de mangas fluidas, calças esvoaçantes de cintura subida e casacos estrutrados de linhas rectas.

Comentários