Soluções para um suor médio

Apesar de ser uma reação normal do organismo, a verdade é que as manchas na roupa incomodam. Veja o que deve fazer para não verter nem mais uma gota de transpiração

É daquelas pessoas que fica embaraçada quando se depara repentinamente com umas irritantes manchas geralmente associadas a alguma incomodativa humidade em determinadas zonas do corpo? Apesar da transpiração ser uma reação normal do orgamismo à (elevada) temperatura, a verdade é que é impossível não se sentir constrangido quando as manchas se tornam visíveis na roupa. No caso de nenhum produto cosmético reduzir o seu suor, consulte um endocrinologista ou um dermatatologista para descobrir a origem do problema.

«O médico deve triar algumas afeções que se podem esconder atrás de uma hiperhidrose (produção exagerada de suor), tais como hipertiroidismo e alterações no sistema nervoso periférico, e, a partir daí, aconselhar o tratamento mais adequado», refere a dermatologista Vera Monteiro Torres. Uma das opções pode consistir na prescrição de alguns fármacos. Geralmente, prescrevem-se fármacos anti-sudoríperos do grupo dos anticolinérgicos.

Estes atuam a nível local e reduzem a transpiração. Este tipo de fármacos trata os sintomas (reduzem a transpiração) e são uma boa solução para situações pontuais. Antes de um casamento, de uma conferência ou de um evento social importante, por exemplo. No entanto, estes fármacos não fazem milagres nem garante soluções definitivas.

«Não solucionam a origem do problema e acompanham-se de efeitos secundários indesejáveis, como secura da boca, enjoos e retenção urinária», revela a especialista Vera Monteiro Torres. Por isso, prescrevem-se apenas ocasionalmente, durante curtos períodos de tempo.

Texto: Fernanda Soares

artigo do parceiro:

Comentários