Quando a sua pele respira o mesmo que os seus pulmões…

A nicotina exerce um efeito nocivo na epiderme, dificultando a oxigenação das células e a produção de colagénio. Veja os cuidados que deve ter para se defender do fumo, do tabaco e da poluição.

Seja fumador ativo ou passivo, todos sabemos o quão prejudicial é o fumo do tabaco para a nossa saúde em geral, mas raramente nos lembramos dos estragos que, ao longo do tempo, provoca à pele. Os indícios de ser fumador não se limitam ao odor oral mas também corporal, nomeadamente no odor do cabelo e das roupas, para além das manchas amareladas nos dedos e nas unhas, o que, no caso de ser fumador, sabemos que bem reconhece e também não aprecia.

Agora imagine o que sentirão os não fumadores que o rodeiam! É normal que ao olhar-se diariamente ao espelho não note os efeitos imediatos do fumo do tabaco, pois este atua silenciosamente no decorrer dos anos. As toxinas da combustão do tabaco ficam em suspensão e os seus efeitos só se manifestam e são detetados muito mais tarde. Para que tal aconteça não tem de ser necessariamente fumador, basta trabalhar ou viver a maior parte do dia a dia num ambiente de fumador.

No entanto, se é fumador ativo os efeitos serão mais visíveis e agressivos em vários aspetos da sua saúde, incluindo o aspeto da sua pele. Vejamos que, se por um lado, a nicotina atua como um potente vasoconstritor, diminuindo o fluxo sanguíneo e dificultando a oxigenação da pele, por outro lado funciona como um inibidor à função dos fibroblastos essenciais na produção de colagénio e elastina.

Neste sentido, uma pele asfixiada, com as defesas naturais enfraquecidas e permeável às agressões externas, é inevitavelmente uma pele envelhecida. Veja também a galeria de imagens com 20 alimentos que ajudam a combater as rugas naturalmente. Saiba também quais são os 5 produtos de beleza caseiros que hidratam e rejuvenescem a pele.

As técnicas e os nutrientes que lhe devolvem a beleza natural

O aparecimento das rugas é prematuro, a textura e o aspeto saudável vão-se deteriorando, ficando com a pele fica baça, amarelada e enrugada. Cuidar da pele é essencial para todos nós mas, para si, no caso de ser fumador, torna-se preventivo e indispensável. Simples atos como uma boa limpeza, lavagem, nutrição e proteção são os que deve colocar em prática diária e ativamente.

Atualmente, para além dos cuidados diários que todos devemos ter em conta, para si que é fumador existem diversas técnicas que incidem num nível mais profundo da pele, como os peelings químicos em que a camada superficial é removida, as manchas são combatidas e suavizadas, dando um aspeto mais saudável à sua pele. As vitaminas e nutrientes que a mesoterapia restitui à sua pele fumadora também são extremamente eficazes, bem como os cosmocêuticos.

Hoje já se olhou ao espelho? Acha que as olheiras e incongruências de várias ordens da sua pele são normais e passageiras? Pare um pouco e olhe bem para si, repense as suas ações e prioridades diárias. O seu exterior, neste caso a sua pele, é o espelho do seu interior. Talvez esteja na altura de se cuidar mais e melhor… Saiba também quais são os cuidados de beleza naturais que pode fazer (facilmente) em casa.

artigo do parceiro:

Comentários