Primeiras rugas

Os melhores ingredientes que as previnem

É entre os 30 e os 40 anos que os
primeiros sinais de envelhecimento
se tornam evidentes.

As primeiras
rugas ou rugas de expressão
notam-se quando o rosto está
em movimento e desaparecem
em repouso.

Ainda assim, convém
cuidar delas para que não se
tornem demasiado visíveis nem se acentuem demasiado com o passar do tempo. Dizemos-lhe como travar esse processo.

As rugas de expressão são o primeiro
indício de que o envelhecimento está a chegar e, tal
como explica a dermatologista Filipa Diamantino,
manifesta-se com «linhas paralelas ao sulco nasolabial,
cantos da boca, canto externo dos olhos e iminências
malares». Mas nem só de rugas vive o envelhecimento.

Este tem outros sinais associados, como a alteração na
homogeneidade do tom e grão da pele. «Infelizmente,
o envelhecimento cutâneo é um processo progressivo e
irreversível mas os cuidados adequados iniciados numa
idade precoce atenuam os seus sinais», esclarece a dermatologista.

Quais as causas?

De acordo com Filipa Diamantino, podem considerar-se
três tipos de envelhecimento:


- Inato (intrínseco)

De causa genética, é difuso, progressivo
e inevitável. A atrofia da pele com redução
da sua espessura constitui a alteração mais evidente e
explica a fácil formação de “pregas”. Outra característica
é o amarelecimento da pele, acompanhado de secura
e aspereza devido à redução estrutural e funcional das
glândulas sebáceas e sudoríparas.

- Fotoenvelhecimento (extrínseco)

É determinado pela acção da radiação
solar e está limitado às áreas fotoexpostas
(face, decote e mãos). É responsável
por 90% das alterações do
envelhecimento.

- Outros factores
Alterações hormonais,
doenças gerais, poluição, tabagismo,
acções agressivas crónicas sobre
a pele, erros nutricionais, reduzida
prática de exercício físico, horas insuficientes
de sono e/ou ainda stress na vida diária.


Com bons hábitos se prolonga a juventude

Quais são, afinal, os cuidados que protelam
o aparecimento dos primeiros
sinais de envelhecimento? Segundo
Filipa Diamantino, «entre as terapêuticas
tópicas, merecem destaque os
produtos cosméticos ou os, muito em
voga, cosmecêuticos», refere. «Nestes foram
incluídas substâncias activas – por
vezes comuns aos fármacos, embora
em concentrações reduzidas, que
alegadamente actuam beneficamente
sobre a estrutura e funções da pele», sublinha ainda.


Veja na página seguinte: Os cuidados imprescindíveis

Para fugir às rugas por mais alguns
anos, utilize-os na sua rotina diária de
beleza, que deve incluir:

- Limpeza matinal e nocturna
Adeqúe
os produtos ao seu tipo de pele, tendo em conta se é de tendência seborreica, seca ou sensível. Os detergentes sintéticos e as loções
micelares têm, geralmente, um efeito
menos agressivo do que os sabonetes
vulgares.

- Hidratação matinal
Em idades
jovens, a aplicação de um creme hidratante
mantém o conteúdo hídrico da
pele, importante para que permaneça
macia, luminosa e flexível.

- Cuidados nocturnos
À noite, altura
em que as células se reparam e renovam,
é o momento ideal para aplicar
produtos que contenham na sua composição
substâncias que combatam os
sinais de envelhecimento.

- Fotoprotecção
Evite a exposição
solar entre as 11 e as 16 horas e use
vestuário protector. Recorra a produtos
fotoprotectores (FPS superior a 15),
diária e regularmente.

No caso das rugas já instaladas,
segundo Filipa Diamantibo, «devem
associar-se aos cuidados diários, tratamentos
como os peelings químicos,
preenchimentos cutâneos com fillers,
toxina botulínica, mesoterapia de
rejuvenescimento ou resurfacing, popularizado através do uso de lasers
fraccionados. Cada uma destas técnicas
tem a sua indicação precisa e deve
ser realizada apenas por médicos com
vasta experiência nesta área.


Que ingredientes procurar?

Conheça as substâncias com interesse na prevenção das rugas que deve procurar usar regularmente para atrasar o envelhecimento cutâneo:

Retinóides
Antioxidantes, fazem uma
esfoliação superficial,
aumentam a síntese de
colagénio e promovem
a perda de pigmentos.
Melhoram a textura
cutânea, atenuam a
visibilidade de pequenas
rugas, aumentam a
firmeza cutânea e
uniformizam a tez.

Vitamina C
Antioxidante,
regula a síntese
de colagéno e reduz
a hiperpigmentação.

Vitamina E
Potencia a
acção dos fotoprotectores,
principalmente quando
associada à vitamina C.

Ácido hialurónico
Estimula a síntese de
colagénio e elastina.

Coenzima Q10
É um inibidor potente
dos radicais livres.


Resveratrol

Tem
uma actividade inibidora
da lipoperoxidação.


Veja na página seguinte: Outros ingredientes fundamentais


DMAE
(dimetilaminoetanol)

Tem uma acção
anti-radicais livres
e refirmante.

Hexapéptidos
Diminuem a contracção
da musculatura facial, com
consequente efeito lifting
e melhoria significativa
das rugas.

Hidroxiácidos
Fazem uma esfoliação
ligeira, alisando e
homogeneizando o grão
e tom de pele.

Estes estimulam
a síntese de colagénio
e elastina.

Texto: Madalena Alçada Baptista com Filipa Diamantino (médica interna de Dermatologia)

artigo do parceiro:

Comentários