Plano anti-aging

A fórmula da longevidade à distância de uma consulta. Saiba como

Descobrir quais as facetas do seu organismo que estão prematuramente envelhecidas e reverter esse processo através de alimentação, exercício, controlo do stress e equilíbrio emocional são, basicamente, as premissas do tratamento mais requisitado do momento, o plano anti-aging!

O termo anti-aging (antienvelhecimento) afigura-se, actualmente, como a promessa mais atraente em questões que dizem respeito não só à estética mas, sobretudo, à saúde e ao bem-estar.

Trata-se da versão actualizada de uma quimera largamente acarinhada pela Humanidade, descobrir a pílula da longevidade. Uma fórmula que, segundo Humberto Barbosa, director da Clínica do Tempo e especialista em Nutrição Ortomolecular, «não cabe num frasco nem foi ainda inventada num laboratório, porque já existe e assenta em quatro vectores, nomeadamente a alimentação saudável, o exercício físico, o controlo do stress e o equilíbrio emocional».

O caminho para a longevidade materializou-se, assim, nos chamados tratamentos anti-aging, oferecidos por um número cada vez maior de clínicas e centros especializados, que já chegaram também a Portugal. Basicamente, estes tratamentos consistem em determinar a idade biológica (relacionada com o grau de envelhecimento que o organismo apresenta e que pode coincidir ou não com a idade cronológica) e fazer com que o paciente adopte, em função dos resultados obtidos, um plano integral direccionado para reverter as situações em que o desfasamento entre a idade biológica e a cronológica interfere ou irá, previsivelmente, interferir na sua qualidade e esperança de vida.

O cardiologista espanhol Javier Güell, autor de O Livro do Antiaging, coloca-nos a questão nestes termos. «Não há propriamente um tratamento que prolongue a vida, mas se melhorarmos a saúde de uma pessoa, lhe reduzirmos os factores de risco e aumentarmos a sua qualidade de vida, teoricamente viverá mais e melhor».


Os testes necessários

O que se pretende com a bateria de testes requisitada nos programas anti-aging é obter uma série de marcadores que reflictam a situação real da pessoa, para comprovar, assim, o estado em que se encontram os órgãos e sistemas orgânicos especialmente afectados pelo envelhecimento, como o cardiovascular, o respiratório, o endócrino...

Dependendo das clínicas, eis alguns dos testes que lhe poderão feitos:

Check-up médico geral
Pode incluir função e capacidade pulmonar, variabilidade da frequência cardíaca, teste de reacção auditiva e medição da frequência de audição e avaliação do tempo de reacção visual.

Reacção neuromuscular
Alguns destes parâmetros são especialmente determinantes. Assim, por exemplo, a medição da força manual, juntamente com a medição da força das pernas, é um dos melhores preditores de quanto tempo vai viver uma pessoa.

Análise da composição corporal
Avalia a percentagem de massa gorda, massa muscular, peso ósseo, volume de água...


Veja na página seguinte: Os outros testes exigidos

Perfil alérgico-alimentar
O factor nutricional é determinante para a idade biológica (não é por acaso que é um dos pilares do tratamento), pelo que é fundamental identificar os alimentos que possam estar a sabotar o organismo, bem avaliar a relação que cada pessoa tem com a comida.

Outros parâmetros avaliados
Equilíbrio psicológico e mental,
inteligência emocional, grau de
resistência ao stress...


O programa passo a passo

Ainda que o pacote de serviços e tratamentos incluídos na Medicina Anti-aging, bem como a duração e o preço do mesmo, possam variar de clínica para clínica, todos estes factores se ajustam basicamente a um esquema semelhante. Se decidiu experimentá-la, prepare-se para encontrar:

Primeiro
contacto

Ser-lhe-á explicado em que consiste este tratamento, o tipo de testes que lhe vão fazer, o nível de compromisso que lhe vão exigir, etc. «A primeira consulta tem 90% de Psicologia», refere Humbero Barbosa. «Não serve de nada ensinar regras de alimentação ou de estilo de vida saudável se, em primeiro lugar, a pessoa não tiver a
auto-estima para querer melhorar e o equilíbrio emocional para cumprir aquilo que vamos prescrever», explica.

Estudo
da idade biológica

Primeiro é necessário traçar a história clínica da pessoa, avaliar o seu estilo de vida e fazer uma análise da composição corporal. Na Clínica do Tempo, segue-se o check-up ortmolecular. Permite saber quais as vitaminas e minerais que estão em falta no organismo, detectar a presença de metais tóxicos que inteferem com a fixação de nutrientes, medir a quantidade de radicais livres e as alterações daí decorrentes e identificar alimentos ou nutrientes que provocam alterações no metabolismo, comprometendo o seu bom funcionamento.

O estudo da idade biológica pode incluir também um check-up médico. Vê como está a pessoa em relação a outras da mesma idade.

Processamento
dos testes

Os dados obtidos são processados por um sistema informático (cada clínica tem o seu programa específico) cuja finalidade é determinar a sua idade biológica e confirmar onde e em que parâmetros o seu organismo está mais envelhecido.

Se os resultados indiciarem uma maior complexidade do quadro clínico, faz-se um check-up nutrigenético, que permite analisar as alterações nos polimorfismos genéticos (variações no genoma que indicam que doenças podemos vir a ter no futuro), com o recurso a uma base de dados internacional que cruza a prevalência de algumas doenças com a ocorrência de alterações em poliformismos específicos.


Quanto custa?

O ideal seria democratizar este tipo de tratamentos, tendo em conta sobretudo a incidência positiva que podem ter na melhoria da qualidade de vida de uma população cada vez mais envelhecida. Contudo, esta ainda é uma opção dispendiosa para a maior parte das carteiras. Os preços variam em função de os programas propostos por cada clínica incluírem determinados testes e serviços.


Veja na página seguinte: O preço a pagar pela juventude

Na Clínica do Tempo, em Lisboa, a primeira consulta e a análise de composição corporal custam 200€, enquanto o check-up ortomolecular, que inclui os testes que servem para definir a idade biológica ronda os 500 €.

Adicionando o plano personalizado e as consultas de acompanhamento, o pacote base ronda os 1.500 €.

Já preço o check-up genético, que identifica as doenças de que pode vir a sofrer no futuro, depende do número de genes avaliados, podendo variar entre 1.000 e 3.000 euros.

No Instituto Médico New-Age, no Porto, a primeira avaliação custa 1.000€ (inclui exames médicos e quatro consultas de Nutrição e Motricidade Humana durante o primeiro ano). A este valor poder-se-á somar o custo de reavaliação anual (400 €) e do programa emagrecimento saudável (110 €). A estes valores há que adicionar o custo dos diferentes extras que podem ser associados aos programas, nomeadamente tratamentos estéticos de emagrecimento e/ou rejuvenescimento, serviços de personal trainer...

Tratamento

Após a sistematização das carências da pessoa, traça-se um programa adequado às suas necessidades. O plano é totalmente personalizado e está direccionado para reverter os efeitos do envelhecimento nos órgãos e funções em que este é mais determinante.

Numa primeira fase, procura-se circunscrever os factores que encurtam a vida (eliminar hábitos como o tabaco, o sedentarismo e o excesso de peso), para, numa fase posterior, conseguir atingir os níveis biológicos próprios de uma pessoa mais jovem e saudável.

Os resultados

A
comparação da fotografia de uma pessoa antes e depois do tratamento assemelhar-se-ia a um jogo de descobrir as diferenças. Um tom de pele mais saudável, menos imperfeições cutâneas, redução ou eliminação de sinais de cansaço como papos e olheiras...

Mas o que realmente muda é precisamente aquilo que não se pode fotografar; o interior do organismo, já que as principais transformações se produzem a nível celular.

Um dos sistemas mais beneficiado é o imunitário, fazendo com que a frequência de infecções víricas e bacterianas seja muito menor. Já o aumento de energia é um dos primeiros sintomas percebidos pelos pacientes.

Todos afirmam sentir-se com muito mais vitalidade e menos cansados; notam a sua capacidade pulmonar aumentada, respiram e dormem melhor, experimentam uma melhoria importante de memória, vêem a sua libido aumentada... No entanto, estes efeitos não são eternos (o envelhecimento não pára).

O tratamento é o pontapé de saída que marca o início de um plano de vida a seguir daí em diante, pelo que a persistência e o empenho activo do paciente são determinantes. O segredo não é ter mais longevidade a todo o custo, mas sim viver mais e melhor, muitíssimo melhor.

Texto: Fernanda Soares

artigo do parceiro:

Comentários