Os segredos de beleza de Sofia Ribeiro

As rotinas da atriz que encontra nos momentos simples da vida a sua zona de conforto (fotos)

Quando era pequena, fugia do ballet para as aulas de karaté por se identificar mais com as brincadeiras dos rapazes. Ainda hoje mostra, orgulhosa, as mazelas de guerra deixadas por esses tempos. Aos 28 anos, a irradiar feminilidade, Sofia Ribeiro assume-se uma mulher confiante, tranquila com a sua imagem e apaixonada pela profissão de atriz. Afastada do pequeno ecrã há quase um ano, aceitou participar num concurso de dança na televisão. O desafio ideal para se superar e provar a si mesma que «o empenho e o rigor são a base do sucesso».

Essenciais de beleza

«Trabalhar com a imagem, pelo uso constante de maquilhagem e exposição a luzes, secadores, tintas e babyliss, obriga a redobrar os cuidados com a pele e com o cabelo. O meu lema é hidratar, hidratar, hidratar. Tenho a pele muito sensível e cheguei a ter um surto de acne tardio que fez com que a melanina (pigmento da pele) ficasse mais ativa», revela a atriz.

«Por isso, bebo todos os dias um litro e meio de água e nunca me deito sem tirar a maquilhagem. É um ritual diário do qual não abdico. No que diz respeito ao cabelo, conto com o aconselhamento do meu cabeleireiro para o manter saudável e hidratado com produtos profissionais», refere ainda Sofia Ribeiro.

Em forma

«Sempre pratiquei imenso desporto mas agora, por ter de gerir horários complicados, não sou tão aplicada quanto gostaria. Ainda assim, tento ir ao ginásio todas as semanas. Prefiro aulas privadas e tenho um personal trainer que me acompanha entre aulas de TRX, ginástica localizada e boxe, para tonificar os músculos e aumentar a força e a resistência», desabafa a atriz e modelo.


Saúde

«Preocupo-me com questões de saúde. Todos nós temos alguém próximo que já passou por uma doença grave e isso é aterrador. E são pessoas cada vez mais jovens, pelo que ninguém está livre. Por isso, a cada oito meses ou de ano a ano faço um check-up para saber se está tudo bem. Além disso, como tenho uma contratura nas costas, recorro frequentemente à osteopatia e a massagens de descompressão para aliviar a dor», diz Sofia Ribeiro.

Anti-stresse

«Sou tendencialmente ansiosa e a minha profissão tem rotinas muito aceleradas que se podem tornar desconcertantes. A estratégia que uso para gerir o stresse passa por tirar partido dos tempos livres. Nessas alturas, para sair da rotina, gosto de me mimar com uma massagem, estar com os amigos, ouvir música, ler, ver um espetáculo, passear com o meu cão e cozinhar, que é uma das coisas que mais me relaxa», confessa.

Rigor

«Quando era mais nova pratiquei ballet, luta greco-romana, atletismo e karaté. Com essas modalidades aprendi a importância do rigor, da disciplina, da concentração e do trabalho de equipa, valores que ainda hoje me servem de guia na profissão de atriz. Acredito que precisamos uns dos outros para podermos brilhar e evoluir», considera Sofia Ribeiro.

Emoções

«É muito importante saber de onde vim, para onde quero ir e o que ando por cá a fazer. Entendo a exposição mediática como uma consequência do meu trabalho, com um lado ótimo que é o do carinho do público e, depois, com outro que ofereço de boa vontade, que é a invasão da vida privada. A fama vale o que vale e quem experimentou acho que não adora. O mais importante é ser reconhecida por fazer um bom trabalho e com isso poder crescer enquanto pessoa e profissional», acredita Sofia Ribeiro.

Dieta equilibrada

Não faz disparates à mesa mas agradece, em parte, à genética o facto de poder fugir à regra de vez em quando. «Não me privo de nada», contou à Prevenir. Na mala traz sempre uma gelatina e barritas energéticas. Eis o que não dispensa quando quer fazer refeições saudáveis:

Pequeno-almoço
- Batido de banana e morango
- Gelatina
- Sandes de tomate com queijo mozzarella e rúcula

Almoço
- Salada com rúcula, alface verde e roxa, grão, cebola e clara de ovo cozido, atum e ervas aromáticas, temperada com azeite e vinagre

Jantar
- Sopa com curgete, espinafres, cebola, alho francês e um fio de azeite
- Pescada cozida com brócolos

Texto: Nelma Viana com Carlos Ramos (fotografias)

artigo do parceiro:

Comentários