Os cuidados de beleza de Ana Westerlund

Saiba o que faz a manequim para se manter bonita e saudável

Tem 32 anos, mede 1,72 metros e pesa 58 quilos. Ana Westerlund trabalha como ceramista e tem uma regra de ouro no que diz respeito a cuidados de beleza.

«Tento, uma vez por semana, mimar-me com um banho mais prolongado
em que aplico um esfoliante no corpo
e no rosto e uma máscara no cabelo», confessa. Falámos com esta estrela para saber que cuidados tem para se manter bela e em forma.

No que se refere à imagem, o rosto é uma das suas principais preocupações. «Como sou mãe de três crianças pequenas tenho de
ser rápida e prática a tratar de mim. De manhã e à noite não
dispenso a linha de rosto Crema Nera, de Giorgio Armani. À
noite aplico sempre um desmaquilhante», revela. «No corpo, utilizo os produtos da Body Concept, no
sentido de optimizar os resultados dos tratamentos que
faço nas clínicas da marca. Vou duas vezes por semana
à Body Concept, onde faço uma combinação variada de
tratamentos de lipoaspiração não invasiva,
endomassagem e electroestimulação
para me ajudar nesta fase de pós-parto».

Prescindir destas técnicas está completamente fora de questão. «Estes tratamentos
trazem-me resultados não só a
nível físico mas também mental.
É um momento para mim, que
serve também para relaxar», justifica. No que se refere à maquilhagem, também tem cuidados. «Durante
o dia não dispenso o blush e, se
tiver alguma situação profissional
fora do atelier, acabo por me
maquilhar um pouco, sempre
com produtos Giorgio Armani», desabafa ainda a ceramista manequim.

Outras opções

A intensa actividade profissional e social não lhe deixa grande margem de manobra para ir ao ginásio. «De momento, não tenho muito tempo para
praticar exercício físico. No entanto, tento, pelo menos
uma vez por semana, fazer hidroginástica no Holmes
Place. Adoro estar em contacto com a água e a ideia
de que este tipo de exercício é só para pessoas mais
velhas é errada», assume.

A alimentação é outro dos cuidados que procura não descurar. «Apesar de me sentir abençoada
geneticamente porque não tenho de fazer dietas para
estar magra, também é verdade que magreza, só por
si, não é sinal de boa forma», sublinha.

«Por isso, em casa tento
cozinhar de um modo saudável para toda a família.
Muitos legumes e fruta fazem sempre parte das
refeições e tento fazer pratos vegetarianos que as
crianças gostem. E, cada vez mais, procuro comprar
produtos biológicos», conta Ana Westerlund.

Além disso, a ceramista afirma beber, no mínimo, um litro de água por dia, muitas vezes, sob a forma de chá, que
bebe às refeições, frio ou quente. «Confesso
que, normalmente, termino as refeições com
um doce. Acho que inventaram
as sobremesas só para me
torturar!», remata.

artigo do parceiro:

Comentários