O regresso dos sabonetes

Recupere o luxo de antigamente com as eficazes (novas) fórmulas de hoje

Apesar do nascimento do primeiro sabonete se ter perdido com o passar
do tempo, o primeiro cosmético da história não perdeu nem um pedaço de
atualidade.

Pelo contrário, volta com nova vitalidade e conquista-nos
com aromas delicados e luxuosos, apresentados sob formas gulosas e atraentes.

As primeiras notícias acerca do sabonete remontam
a 3000 anos antes de Cristo, mas uma lenda romana conta
que este cosmético surgiu espontaneamente, fruto do arrastamento
pelas chuvas, com a união das gorduras provenientes
do sacrifício de animais do monte Sapo às cinzas das madeiras
das fogueiras cerimoniais.

Seja qual for a sua origem, desde então até agora o sabonete
tem tido os seus altos e baixos de popularidade. Não era muito
apreciado na Idade Média e, já no século XX, esteve prestes a
ser substituído por geles, champôs e outros cosméticos mais
inovadores e práticos. No entanto, em pleno século XXI, o sabonete renasce com todas
as suas forças e fá-lo em grande estilo.

Rara é a marca de
beleza que não lança um perfume acompanhado da respetiva
linha de banho, na qual figura, ocupando um lugar de honra,
um aromático sabonete. Também são muitas as marcas a
lançar-se no mundo do sabonete puro e duro, abrindo lojas
monotemáticas onde ele é o único protagonista.

Já se atreveu
a perder uma tarde num destes templos aromáticos? Experimentando
texturas, inspirando fragrâncias, deixando-se levar
pelo sentido do tato e do olfato para lugares exóticos, românticos e
selvagens. É um prazer que vale a pena descobrir! Tanto para mais que as novas fórmulas e ingredientes usados nestes produtos tornam-nos ainda mais eficazes, hidratantes e amigos da pele.

artigo do parceiro:

Comentários