O poder hidratante das ceramidas

Saiba o que são e como atuam estas substâncias que integram a epiderme e veja o que podem fazer pela sua pele e pelo seu cabelo

As ceramidas são proteínas lipídicas, compostas por colesterol e ácidos gordos, que fazem parte da barreira hidrolipídica da pele e asseguram a adesão celular. São responsáveis pela firmeza e por um cabelo hidratado. No que diz respeito ao modo como atuam, é de destacar que estes estimulam a comunicação entre as células e ajudam a reconstruir os danos da pele provocados pelo envelhecimento. Suavizam as rugas e linhas de expressão, enquanto restauram a barreira cutânea. Hidratam e repõem os nutrientes dos cabelos, combatendo as pontas espigadas.

Compostas por ácidos gordos, agem como moléculas de reconhecimento e de sinalização celular. Enquanto lípido composto pelo álcool insaturado de 18 carbonos esfingosina e um ácido gordo de cadeia longa unido mediante uma ligação amida, é a molécula base dos esfingolípidos, muito abundantes na superfície lipídica das membranas celulares. A barreira de permeabilidade da pele, localizada no estrato córneo da epiderme, evita a perda transepidérmica de água e a penetração de agentes danosos do meio ambiente, agressores da pele.

As ceramidas exercem um efeito hidratante, refirmante e rejuvenescedor sobre as peles sensíveis, acneicas, ressequidas e com manchas. Nos últimos anos, muitas marcas desenvolveram cremes e loções que incluem este tipo de proteínas na sua formulação. Além da pele, estas substâncias exercem também uma ação protetora nos folículos capilares, recuperando cabelos baços e danificados. Muitos óleos vegetais também contêm ceramidas na sua composição.

artigo do parceiro:

Comentários