Mãos manchadas e desidratadas

As soluções a que pode recorrer para resolver estes problemas

As mãos, tal como outras partes do corpo, denunciam o passar dos anos sem dó nem piedade. Por essa razão, deve ter certos cuidados eficazes para as rejuvenescer.

Para que não tenha que as enfiar nos bolsos sempre que se cruza com as suas amigas nas compras, descubra os tratamentos e as soluções a que pode recorrer para exibir umas mãos (ainda) mais belas!

Manchas

As manchas que aparecem nas mãos são causadas pelo envelhecimento cutâneo e pela alteração da melanina. O sol, a idade, as alterações hormonais e os anti­conceptivos podem modificar a produção natural de melanina e provocar hiper­pigmentação. Os médicos advertem-nos para a importância de aprendermos a autoexaminar as manchas e sinais como medida preventiva.

1. Tratamento despigmentante e aclarador

Este tratamento, disponível na Clínica de Dermatologia do Areeiro, é rico em activos naturais despigmentantes e aclaradores, actua ao nível da melanina e pro­move o tratamento das manchas de hiperpigmentação. Em primeiro lugar, realiza-se uma esfoliação para remover as células mortas e as impurezas e, de seguida, tonifica-se a pele.

Depois, aplica-se ácido de flores, para acelerar o processo de descamação e renovação celular (com ibisco, plumeria, lis e frésia), um sérum para despigmen­tar as manchas (com óleo de castor, glycyrrhiza glagra e salicilato) e um creme nutritivo que regenera e estimula as defesas da pele. Para além disso, é feita uma máscara descongestionante, purificante e calmante. No final, a pele é hidratada e protegida com um produto específico. Ao nível do preço, este tratamento custa cerca de 35 euros por sessão (60 minutos) e recomenda-se uma sessão por mês.

2. IPL (Luz Pulsada Intensa)

Trata-se de uma fonte de luz de alta intensidade que, de acordo com Mariana Alves, especialista em Medicina Estética na Corporación Dermoestética, «deixa a pele das mãos mais jovem, mais fina, e livre de manchas». Primeiro, limpa-se a pele e aplica-se uma camada fina de gel condutor. Depois, apro­xima-se o aplicador da pele e realiza-se os disparos.

«Tanto o paciente como o médico devem usar uns óculos especiais para evitar danos na vista», explica Mariana Alves. O paciente sente um ligeiro desconforto, como se fosse uma pequena descarga eléctrica, totalmente suportável. «Em alguns casos, utiliza-se uma pomada anes­tésica, mas são raras as pessoas que a solicitam», acrescenta a especialista. A pele pode ficar avermelhada e inchada e podem surgir crostas sobre as man­chas, que caem ao fim de alguns dias. Pode observar-se então uma pele nova, mais fina, hidratada e sem manchas.

Os resultados aparecem, em alguns casos, logo após a primeira sessão, apesar de serem necessárias duas ou três para a eliminar por completo as manchas. Ao nível do preço, este tratamento custa cerca de 1.071 euros por cinco sessões.

Desidratação

Pele seca e escamada... O resultado é tudo menos estético. A desidratação afecta cerca de 20% da população e as mulheres sofrem dela duas vezes mais do que os homens. Veja agora duas formas de combater este problema:

1. Spa de mãos

Com uma ação hidratante, nutritiva e relaxante, este tratamento, rico em óleos essenciais, elimina as impurezas e células mortas em profundidade. O Spa de mãos, da Clínica de Dermatologia do Areeiro, consiste numa esfoliação com peeling de sal com óleo essencial (relaxante muscular, antifadiga e remineralizante),massagem com creme vascularizante, anti-inflamatório, imunoestimulante e relaxante muscular, máscara com acção nutritiva e remineralizante e aplicação de um creme nutritivo. Este tratamento custa cerca de 25 euros por sessão (40 minutos)e recomenda-se que o faça uma vez por mês.

2. Banhos de parafina

Tratamento que rejuvenesce, nutre e hidrata a pele das mãos e que tanto pode ser feito em casa como em gabinetes de estética. No segundo caso, os banhos de parafina costumam estar associados a tratamentos completos de manicura. Numa primeira fase esfolia-se a pele para retirar as células mortas. Depois, mergulham-se as mãos em parafina quente, envolvem-se em película aderente e colocam-se numas luvas especiais que mantêm o calor, durante cerca de 25 minutos. Este tratamento custa apenas 8 euros por sessão (uma hora)e recomenda-se que o faça uma vez por mês.

Texto: Madalena Alçada Baptista

artigo do parceiro:

Comentários