Cosméticos de verão

Fórmulas específicas para adaptar os cuidados da pele e cabelos à estação quente

Apesar de estarem em destaque no verão, os produtos com proteção solar devem ser aplicados ao longo das quatro estações nas zonas do corpo que estão diariamente expostas ao sol, para evitar o envelhecimento precoce da pele.

No entanto, durante os meses mais quentes do ano, o sol, o vento, o mar e o cloro das piscinas exigem cuidados especiais, cuidados esses que também deve ter se viajar para destinos quentes.

Descubra os cosméticos que deve ter à mão para chegar ao final da época balnear com a pele e o cabelo protegidos e hidratados e ainda mais bonitos e saudáveis.

Água termal

Disponível em spray, estas águas enriquecidas com minerais que se encontram no subsolo têm, segundo a dermatologista Manuela Cochito, «um efeito, sobretudo, calmante e refrescante. Algumas também são isotónicas, hidratam. Não devemos pensar que por beber água não precisamos de hidratar a pele porque a água que ingerimos é diferente da que aplicamos na pele.»

Se tem uma derme sensível ou reativa, a médica aconselha usar a água termal «em momentos de calor intenso, mas também quando a pele está irritada ou ao acordar», recomenda a especialista.

Protetor solar de cabelo

Mais resistente do que a pele, uma vez que não é uma célula viva, o cabelo não corre «riscos como a derme», lembra Manuela Cochito. No entanto, afirma, «as agressões ambientais tornam as fibras capilares mais frágeis, ressequidas e as pontas espigadas. O protetor solar de cabelo pode ajudar a evitar estes problemas, mas não é suficiente».

After sun corpo e cabelo

Altamente hidratantes, quer os cremes para a pele como os champôs, os produtos after sun são aliados indispensáveis no combate à desidratação da pele e dos cabelos, após um dia de praia. Como explica Manuela Cochito, «têm, na sua composição, algumas substâncias que conferem a sensação de frescura e aliviam o desconforto da pele».

Para obter melhores resultados, «devem ser espalhados sobre a derme em quantidades generosas». No cabelo, os after sun são, afirma, «similares aos champôs de frequência, além de terem uma maior componente de hidratação», considera.

A dermatologista recomenda sempre «o uso de chapéu para proteger o couro cabeludo mais exposto». Os protetores solares de cabelo não são recomendados a «peles mais oleosas e acneicas, uma vez que o produto pode escorrer para a cara, provocando o desenvolvimento de pontos negros e borbulhas», realça ainda a dermatologista.

Batom com proteção solar

Protege a fina camada da pele dos lábios e Manuela Cochito considera este produto tão indispensável como o protetor solar para a pele. «Deve escolher uma boa marca com fator de proteção superior a 30», recomenda a especialista.

Hidratante de corpo

Após o banho ou ao final do dia, «a hidratação corporal é muitíssimo importante em qualquer altura do ano e quando nos expomos a situações ambientais agrestes essa necessidade surge redobrada», adverte a médica. A loção corporal deve ser escolhida de acordo com o tipo de pele.

«Se for demasiado consistente ou gordurosa pode levar à formação de borbulhas nas peles olesosas. Por isso, deve escolher uma base mais fluida. No caso das dermes mais secas, as fórmulas têm de ser mais hidratantes», recomenda.

Aromas frescos

Ao contrário dos perfumes de inverno, que geralmente são comp ostos de bases mais amadeiradas, as fragrâncias de verão são florais e mais frescas. Devem ser usadas unicamente no quotidiano da cidade e nunca podem ser aplicadas sobre as zonas expostas, como o rosto, pescoço e decote. «Não use perfume nos dias em que vai à praia, pois em contacto com os raios UV causam manchas na pele», recomenda a dermatologista.

Texto: Fátima Lopes Cardoso com Manuela Cochito (dermatologista)

artigo do parceiro:

Comentários