Celulite afeta oito em cada 10 mulheres

A atriz norte-americana Lena Dunham não tem medo de exibir publicamente a pele tipo casca de laranja que tem nas pernas mas a maioria tende a evitá-lo. Veja o que pode fazer para combater o problema.

No início de 2017, Lena Dunham, atriz, produtora, escritora e realizadora norte-americana, surgiu em calções na capa da revista Glamour sem Photoshop, exibindo toda a celulite que tem. Ao contrário do que seria de esperar, não só ficou feliz como ainda agradeceu publicamente à publicação por não lhe alisado a pele como recurso a programas de tratamento e de manipulação digital de imagens, como o Photoshop.

A pele com aspeto casca de laranja é resultado da acumulação de gordura nos adipócitos. É um problema que afeta quase todas as mulheres. Oito em cada 10 mulheres, garantem vários estudos. É consequência de uma alteração do tecido adiposo resultante de um processo inflamatório ocorrido na camada mais profunda da pele. Nesta camada, a hipoderme, encontram-se os adipócitos.

Quando as células responsáveis por armazenar energia sob a forma de gordura aumentam de volume e armazenam mais gordura do que o necessário, comprimem a microcirculação e dificultam a drenagem, causando uma reação inflamatória que provoca lesões irreversíveis na arquitetura da camada superficial da pele. É uma patologia quase exclusiva das mulheres e manifesta-se habitualmente no fim da puberdade.

As causas

A medicina atual permite saber que a génese da celulite está associada essencialmente a questões genéticas e/ou hormonais potenciadas pelo sedentarismo, alimentação hipercalórica e desequilibrada, má circulação, consumo de álcool e tabaco, stresse, mudanças hormonais e pelo próprio metabolismo que, se for ineficaz, potencia a retenção de líquidos. Contudo, os especialistas ainda não sabem porque é que, com fatores comuns, umas mulheres sofrem de celulite e outras não.

Os sintomas

A acumulação localizada e não homogénea de células de gordura altera a textura da pele à superfície, formando nódulos que, quando pressionados, se tornam mais visíveis. A pele fica com uma textura parecida com a da casca de uma laranja, sendo mais comum nas coxas, glúteos e abdómen. Em muitos casos, tende a manifestar-se pouco após os 14 anos, em plena fase de puberdade.

Como tratar

A celulite classifica-se por graus de intensidade consoante a aparência que tem. Existem inúmeros tratamentos que ajudam a disfarçar a celulite e potenciam a eliminação de gordura, uns mais eficazes do que outros. Os mais utilizados são, contudo, a mesoterapia, a carboxiterapia, a radiofrequência, os ultrasons, a lipoaspiração, as massagens de drenagem linfática e os tratamentos com algas.

Como prevenir

Para prevenir o aumento da celulite, ou mesmo reduzir a visibilidade dos nódulos de gordura, é essencial adotar um estilo de vida saudável com uma alimentação rica em água e vegetais (pobre em gorduras), exercício físico regular e evitar o tabaco e a poluição. Para saber o que deve ingerir para reduzir a pele tipo casca de laranja, veja também os alimentos que combatem a celulite.

Veja na página seguinte: As três fases da celulite

Comentários