Tratamento injetável que acaba com os pés de galinha

A administração de uma proteína purificada a partir de uma bactéria alisa a pele e elimina as rugas que surgem na parte lateral dos olhos. Mas existem contraindicações que exigem precauções

Apelidado de botox ou dysport, este tratamento, já disponível em Portugal há mais de meia década, consiste na injeção de toxina botulínica, uma proteína purificada a partir de uma bactéria, que bloqueia os músculos faciais, diminuindo as rugas. «É usado para atenuar as rugas de expressão do terço superior do rosto, as rugas da parte lateral dos olhos, os chamados pés de galinha, as rugas entre as sobrancelhas, que nos dão uma expressão zangada, e as da testa», explica o cirurgião plástico, Christopher Johnsson.

O tratamento é, geralmente, feito numa sessão que dura entre 10 a 20 minutos. Pode ser usado em qualquer idade e pode ser aplicado preventivamente antes do aparecimento das rugas, que costumam surgir a partir dos 30 anos. Para o fazer, não é necessário qualquer tipo de anestesia. «Antes da aplicação aplico apenas um pouco de gelo na zona onde é feita a injeção», refere Christopher Johnsson. No que se refere a resultados, de acordo com o cirurgião plástico, o efeito final é visível entre três a sete dias depois da aplicação.

«O objetivo é deixar a pessoa com um ar muito natural e descansado, como se tivesse dormido uma boa noite de sono e não com uma expressão congelada como acontecia no passado», salienta Christopher Johnsson. Os resultados duram entre quatro a seis meses, devendo depois o tratamento ser repetido para que o rosto volte a apresentar os mesmos resultados. Uma limitação que acaba por travar o impulso que, um pouco por todo o mundo, homens e mulheres têm de recuperar o ar jovem de outros tempos.

Recuperação e contraindicações

Depois do tratamento, o paciente pode voltar à sua vida normal, tendo os cuidados que tradicionalmente se têm com a epiderme do rosto. No que diz respeito a contraindicações, saiba que pode ocorrer uma inflamação cutânea na área onde será aplicado o botox. A alergia à substância é outro dos riscos que o procedimento envolve mas, regra geral, os especialistas que lidam com este tipo de injetáveis têm o cuidado de fazer essa análise antes da aplicação do produto.

Texto: Rita Caetano com Christopher Johnsson (cirurgião plástico)

artigo do parceiro:

Comentários