Adeus às rugas

Testemunham a passagem do tempo sobre a pele, mas podem ser combatidas em qualquer idade.

São sinal de experiência, mas deixam no rosto sulcos que, inevitavelmente, acabam por surgir. Inimigas do bem-estar de uma pele bonita e resplandecente, as rugas nascem da perda da capacidade regenerativa dos tecidos, uma vez que as células perdem espessura e coesão, tornando-se menos eficazes na retenção de líquidos que asseguram a hidratação. Para além de mais seca, a pele perde também firmeza e elasticidade, com a diminuição da produção de colagénio e o enfraquecimento das fibras de elastina. No entanto, sejam elas mais superficiais ou profundas, estas linhas acentuadas ficam a dever-se a bem mais do que a idade, podendo ser agravadas pela exposição contínua e desregrada aos raios solares e a hábitos pouco saudáveis, como fumar.

Para os que pretendem retardar o seu aparecimento, disfarçá-las ou travá-las, existe um leque de soluções cosméticas e dermatológicas, contando ainda com alterações nos hábitos e estilo de vida, que podem ter resultados significativos. Um dos gestos preventivos simultaneamente mais simples e mais importante prende-se com a hidratação diária da pele, quer pela utilização de produtos cosméticos e de higiene corporal adequados para o efeito, quer pela ingestão de pelo nebis 1,5L a 2L de água ao longo do dia para fazer uma hidratação a partir do interior.

Quando não é mais possível evitar o seu aparecimento, estas linhas podem ser combatidas com produtos cosméticos antienvelhecimento, como séruns e máscaras antioxidantes e refirmantes. Na Farmácia encontra variadas opções, as quais devem ser aconselhadas pelo seu farmacêutico, de forma a conseguir o resultado esperado.

Quando necessário, é possível recorrer a tratamentos dermatológicos intensivos como “peelings” químicos e dermoabrasão, para além do preenchimento das rugas com colagénio ou outras substâncias congéneres, aplicação de botox e, em último caso, o recurso a cirurgia estética.

Informe-se com o seu médico ou farmacêutico sobre a solução que mais se adequa a si!

Saiba mais em www.revistasauda.pt

artigo do parceiro:

Comentários