Ação cosmética

Saiba como a cosmetologia moderna contribui para a manutenção da beleza.

Através de pesquisas e novas tecnologias, o mercado dos cosméticos cresceu muito em volume e qualidade. Na década de 80 e 90 falava-se bastante em cosmecêuticos.

Hoje em dia, o termo utilizado é "cosméticos de tratamento", que condiz com mecanismos de ações de alta especificidade, adjuvantes cada vez mais necessários na terapêutica tópica, para manutenção da beleza e jovialidade. As substâncias ativas são classificadas pelo seu mecanismo de ação, são elas:

1. Renovadoras celulares de ação contínua

Promovem o afinamento da camada córnea, aceleram a renovação celular e tornam a pele mais permeável e luminosa. Podem ser utilizados diariamente ou semanalmente, conforme formulação. São classificados conforme a sua ação na pele:

- Esfoliantes Químicos: os mais importantes representantes desta categoria são os Hidroxiácidos. Os Hidroxiácidos agem através do tempo de contacto com a pele, são hidratantes, antioxidantes e esfoliantes e são classificados em: Alfahidroxiácidos: Ácido Glicólico (extraído da cana de açúcar), Ácido Mandélico (extraído das amêndoas amargas), Ácido láctico (extraído do leite) Beta hidroxiácidos: Ácido Salicílico (fonte sintética). Polihidroxiácidos: Ácido Lactobiônico (derivado da Lactose dissacarídeo do leite), Gluconolactona (extraído do leite).

- Esfoliantes Enzimáticos: agem através de enzimas proteolíticas, removendo resíduos celulares e impurezas. São eles: Pumpkin Enzyme (extraídas do fruto da Abóbora), Papaína (extraídas do mamão), do Bromelina (extraída do abacaxi) e Arazyme (extraído da aranha).

- Esfoliantes Físicos: agem pelo atrito de partículas com a pele, promovendo o afinamento da capa córnea. São eles: Óxido de Alumínio, Microesferas de Polietilenoglicol ou Sementes.

2. Fortalecedoras da Matriz Extra Celular (MEC)

A MEC é constituinte da derme possuindo duas funções cutâneas importantes: sustentação e manutenção da hidratação. Com o envelhecimento tende a diminuir de espessura pela degradação dos seus constituintes. Para conservação da MEC é fundamental proteger as estruturas existentes, estimular a pele a sintetizar novos constituintes e inibir a ação das metaloproteinases (enzimas que degradam as fibras).

A matriz é responsável pela sustentação e manutenção da hidratação da pele, mas no envelhecimento tem a sua estrutura diminuída. As substâncias ativas com esta função:

- Flavonoides: antioxidante que protege as células do stress causado pelos radicais livres.

- Raffermine: reorganiza as fibras, estimula a síntese de novas fibras e de integrantes da MEC.

- Matrixyl: estimula os fibroblastos a produzirem novas fibras.

- Isoflavona: substâncias semelhantes aos estrogénios. Promovem o aumento da atividade dos fibroblastos e preservam as fibras existentes pela inibição das proteases.

- Dermochlorella: preserva as fibras pela inibição das enzimas colagenase e elastase, aumenta a síntese de colágenio e a aumenta a densidade da pele.

3. Neuroestimulantes e neuroprotectoras

Com o progresso da ciência, descobriu-se que os Queratinócitos (células da camada epiderme) têm alta capacidade de sintetizar novas células e substâncias, entre elas a ß-endorfina e o NGF.

Saiba mais na próxima página

Explorando este conceito foram desenvolvidas substâncias ativas que atuam em duas linhas distintas: Neuroprotecção: protege a ligação entre o cérebro e a pele, denominada ação NGF-like; e Neurosensorial: proporciona sensação de bem-estar pela libertação de ß-endorfinas (hormonas do prazer). Substâncias ativas com ação neurocosmética:

- Extrato de Hortelã-pimenta (Calmiskin): anti-inflamatório, acalma e promove relaxamento e bem-estar à pele.

- Neuroxyl: protege a comunicação entre o cérebro (fibras nervosas) e a pele.

- Endorphin: promove a sensação de relaxamento e bem-estar à pele.

4. Imunoestimulantes

Reconhecidos como uma nova geração em cosméticos que acalmam a pele, sendo alternativa ao uso dos medicamentos corticoides. Muito utilizados pós-procedimentos estéticos que agridam a pele (peeling e depilação). Agem inibindo mediadores inflamatórios, estimulando as células de defesa e acelerando o processo de cicatrização da pele. As principais substâncias ativas imunoestimulantes são:

- Beta Glucan: estimula a atividade das células de defesa da pele, chamadas Macrófagos e Langerhans.

- Extrato de Hortelã-pimenta: anti-inflamatório, acalma e promove a sensação de relaxamento e bem-estar da pele.

- Helisun: protege as células e combate aos efeitos prejudiciais da radiação solar na pele, agindo contra os radicais livres.

5. Miomoduladoras

São ativos moduladores da contração muscular. Sabe-se que o Mioenvelhecimento é nome dado ao envelhecimento causado por movimentos da mímica facial. A contração ocorre na junção do músculo e nervos com a liberação do neurotransmissor chamado de Acetilcolina, que ao contraírem os músculos promovem contração do tecido e com o tempo imprimem na pele marcas de expressão.

De forma contrária para combater a flacidez, tensionamos à musculatura, para proporcionar um efeito firmante do tecido. As substâncias ativas miomoduladoras são:

- Argireline: Hexapeptídeo que atenua os movimentos mímicos de forma tópica.

- DMAE: Confere firmeza à pele pela ação tensora, através do estímulo a produção de colágenio, melhorando o tônus cutâneo e o contorno facial.

- Vialox (tubocurarina): pentapeptídeo que bloqueia a liberação de Acetilcolina, como consequência disso os músculos ficam relaxados.

-SNAP 8: octapeptídeo que atua com o mesmo mecanismo de ação lançado na Europa com "eficácia superior", segundo os fabricantes.

6. Antigravidade

As células têm a função mecânica e biológica de regular as forças de tensão causadas pelos impactos externos (ex: força da gravidade). Este mecanismo de defesa natural é proporcionado graças a estruturas chamadas mecanorreceptores, que são os absorventes de choque da pele e são responsáveis pela resistência da pele. Estimular estas estruturas e protege-las é essencial para regular a resistência mecânica da pele ao "esticar". A substância ativa recém lançada na Europa que tem esta ação:

- Coheliss: estimula a síntese de mecanorreceptores e de fibras a-SMA (responsáveis pelas propriedades contrácteis de células da pele).

Saiba mais na próxima página

7. Direccionadores da diferenciação celular

O novo mecanismo de ação empregue na cosmética com fins de redução de medidas ou "preenchimento". Age interferindo nos mecanismos naturais de diferenciação celular das Células Conjuntivas do tipo mesenquimatosas. A célula alvo neste mecanismo é o Pré-adipócito, uma célula que está a postos para se transformar em Adipócito Maduro.

Esta reação de maturação pode ser inibida (efeito: redução de medidas) ou acelerada (efeito: preenchimento-like) com cosméticos de última geração. O preenchimento tópico é recomendado para áreas onde o envelhecimento transforma o tecido fino, frouxo e sem sustentação, deixando exposta a estrutura óssea (ex: dorso das mãos, maçãs do rosto e pescoço). As substâncias ativas com estas funções são:

- Scopariane: inibe a diferenciação dos pré-adipócitos em adipocitos maduros.

- Kombusca: promove a repopulação de adipócitos em áreas deficientes da pele para restaurar o volume, tônus e aparência jovem.

- Biosculptine: bloqueia a diferenciação adipocitária e nos adipócitos maduros age estimulando a lipólise.

8- Multifuncionais

São matérias-primas que combinam alta tecnologia em mecanismos de ação distintos e complementares. Substâncias ativas multifuncionais:

- Lactokine: normalizador do equilíbrio da pele, antiinflamatório, clareador e estimula a síntese de integrantes da Matriz Extracelular.

- Raffermine: reorganiza as fibras, estimula a síntese de novas fibras e de integrantes da Matriz Extracelular.

- Hidroxiprolisilane: hidratante, estimulante celular e antioxidante.

- Extrato Concentrado de Maçã Vermelha: antioxidante, remineralizante, esfoliante enzimático e nutritivo.

- Fosfatidilcolina: agente mobilizador dos triglicerídeos, lipolítico e facilitador da permeação cutânea para demais ativos presentes na formulação.

- Ácido Lactobiônico: apresenta elevado poder antioxidante, inibe a formação das enzimas metaloproteinases, clareador, esfoliante químico, hidratante e cicatrizante.

- Ácido Ascórbico (Vitamina C): antioxidante, ativador da síntese de colágenio e despigmentante.

Especialização

A palavra de ordem é especializar-se para usufruir destes cosméticos de última geração e alta especificidade na correção de alterações estéticas causadas pelos sinais do tempo e hábitos inadequados. A nossa missão com a ciência da cosmetologia é valorizar o conhecimento das esteticistas, para que possam selecionar o tratamento mais adequado das suas pacientes, tanto na prevenção como na correção.

Agradecimentos: Ada Alcinea Mota, Diretora Científica da Adcos - Cosmética de Tratamento. Farmacêutica com DEA em Cosmetologia e Dermofarmácia na Faculdade de Farmácia Paris V - França

artigo do parceiro:

Comentários