Como planear o casamento em casa

Fazer a cerimónia do casamento em casa pode ser uma opção. No entanto, é preciso estar atento a alguns detalhes. Saiba quais:

Pode parecer loucura, mas quando imagino o meu próprio casamento, imagino-o simples e feito em casa. Não de forma amadora claro. Tudo muito bem organizado e coordenado - até porque sou maníaco com organização.

No entanto, antes de nos aventurarmos na organização de um casamento em casa temos de pensar em alguns detalhes (não podemos colocar uma multidão na Rua da Betesga). Começo, por isso, a enumerar algumas coisas que devemos ter em conta:

1. Número de convidados: se é para ser feito em casa, o casamento deverá ser uma cerimónia simples - claro que o número de convidados irá depender do tamanho da casa. Eu apontaria para 30 no máximo.

2. Libertem espaço: retirem o mais possível das vossas divisões: simplicidade é a palavra de ordem, até porque não vão querer que vos partam os tarecos todos. Uma semana antes do casamento comecem a libertar espaço. Se tiverem jardim, varanda, terraço, usem-no como ponto de apoio. Criem zonas lounge e de estar para que os próprios convidados possam circular e sentir que estão em ambientes diferentes.

3. Decoração: definam um tema e façam da vossa casa, que nesta altura deverá ser uma tela em branco, um óptimo local para uma festa. Os detalhes e pormenores fazem toda a diferença: velas, lanternas, flores, jarras devem ser escolhidas com tempo e colocadas nos locais certos com pelo menos 3 dias de antecedência. Não deixem para a última porque pode tornar-se enervante e stressante.

4. Comes e bebes: podem optar por contratar uma empresa de catering que inclua serviço de mesa ou optar por dividir tarefas com a mãe, tia, avó (que cozinha lindamente) e contratar apenas o serviço de mesa. Se optarem por fazer a vossa própria comida, não se esqueçam de a preparar também com a devida antecedência e tudo em monodoses. Para além de ser mais prático é mais festivo. Tenham atenção ao número de pratos, talheres, copos, etc que têm, porque podem precisar de comprar/alugar. Tenham sempre um apoio grande na cozinha e no serviço.

5. Fotografia: façam um photocall personalizado e criem uma hashtag #paraovossocasamento e partilhem-na com amigos e familiares. Convidem os vossos amigos mais criativos a fazerem fotografias espontâneas. No futuro irão gostar imenso de as rever.

Acima de tudo não se esqueçam de que este será o vosso casamento e o vosso momento, pelo que feito em casa não significa de todo desleixado, barato e under budget. Se optarem por esta solução, tenham consciência de que vão ter imenso trabalho na preparação e que vão precisar de ajuda. Inspirem-se na galeria e digam-me: são capazes de arriscar?

Depois de ler e de saber isto tudo, acho que sou doido o suficiente para arriscar um casamento em casa!

Quiosque do Ken

artigo do parceiro:

Comentários