Cabelos com alisamento permanente

Muitas mulheres aspiram a ter um cabelo liso mas recusam-se a ser escravas da escova e do secador. Esta ambição está, agora, ao seu alcance e à distância de uma ida ao cabeleireiro

A desfrizagem existe já há alguns anos, apesar dos sistemas terem evoluído. Não obstante, este método tradicional continua a ser o mais conhecido pela sua rapidez e preço acessível (custa cerca de 60 a 70 €). Funciona como uma permanente de caracois, com fórmulas à base de hidróxidos que quebram as uniões responsáveis pela forma do cabelo para criar uma nova. Mas, em vez de usar bigudis, penteia-se o cabelo de forma a ficar liso.

Há quem o faça em casa, uma vez que é possível encontrar estes produtos em lojas especializadas em cosmética para mulheres de raça negra. No entanto, é sempre mais aconselhável recorrer a um profissional. Entre outras razões, por se tratar de fórmulas ainda mais alcalinas do que as destinadas a encaracolar e, portanto, mais agressivas para o cabelo. A raiz deve ser retocada a cada 2-3 meses, evitando as zonas já alisadas.

Soluções avançadas ao seu alcance:

- Alisamento japonês

Desenvolvido na Ásia, também é conhecido por térmico ou iónico, porque se baseia na ionização para modificar o cabelo. É um processo bastante mais brando do que o tradicional, chegando mesmo a ser indicado para cabelos pintados ou com permanente, sempre que não estiverem muito danificados.

Para o fazer, combina-se o tratamento químico com recondicionamento térmico a alta temperatura. O cabelo, para além de liso, fica brilhante e saudável, o que fez com que este método ganhasse um grande número de adeptas. O primeiro tratamento de alisamento térmico a surgir em Portugal foi o Misuke e os seus resultados são surpreendentes: o cabelo liso não volta a encaracolar e, os cabelos mais frisados necessitam apenas de fazer uma manutenção e retocar as raízes, conforme forem crescendo.

A principal desvantagem deste tratamento é o seu preço elevado (a lentidão do processo obriga um profissional especialmente preparado a dedicar-lhe entre seis a sete horas). Os preços variam entre 500 € e 1.000 €.

- X-Tenso

Patenteado pela empresa L'Oréal Professionnel, mais do que um sistema de alisamento é um sistema de relaxamento do caracol, uma vez que não desfaz a onda completamente, mas suaviza e reduz o volume. Para além disso, facilita o alisamento com escova e aumenta a sua resistência. Estas características fazem dele o método ideal para pessoas que não pretendam uma melena totalmente escorrida, mantendo algum movimento.

Também é perfeito para retocar raízes em pessoas com um cabelo tão frisado que, no caso de fazerem um alisamento total, o mais pequeno contraste entre a raíz e o cabelo liso ficaria inestético. Tal como o alisamento tradicional, o X-Tenso baseia-se em compostos químicos, mas a diferença é que estes não são alcalinos (por isso não danificam tanto a cutícula) e o cabelo não é penteado depois da aplicação. O preço ronda os 50 €.

Texto: Madalena Alçada Baptista

artigo do parceiro:

Comentários