Livros que devem fazer parte da biblioteca de todas as famílias

No Dia Mundial da Literacia, que se comemora a 8 de setembro, apresentamos livros que os pais devem ler (ou dar a ler) aos filhos. Além de serem clássicos da literatura infanto-juvenil, estes livros passam mensagens importantes.

As Aventuras de Huckleberry Finn, Mark Twain
Este livro pode ser interpretado como uma simples história sobre as aventuras de um rapaz no Vale do Mississípi durante a segunda metade do século XIX. Mas a diversidade da experiência humana e as situações humorísticas e dilacerantes por que passa Huck, fazem dela uma obra ímpar.

As Mulherzinhas, Louisa May Alcott
Um romance semi-autobiográfico sobre quatro irmãs que crescem durante a Guerra Civil Americana e que conhecem algumas dificuldades depois da partida do seu pai para a guerra, além dos problemas económicos que a família enfrenta. Mas o espírito lutador e de união que reinam naquele lar ajudam-nas a seguir em frente. Realça o valor da família. É também recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 3º Ciclo de Escolaridade.

O Príncipezinho, Antoine de Saint-Exupéry
Para crianças de todas as idades, e um dos maiores bestsellers mundiais de sempre, o príncipezinho oferece várias lições de vida, como a importância da criatividade, a coragem para explorar o mundo ou ouvir o nosso coração.

Alice no País das Maravilhas, Lewis Carrol
O livro conta a história de uma menina chamada Alice que cai numa toca de coelho e que a transporta para um lugar fantástico povoado por criaturas peculiares, revelando uma lógica do absurdo, característica dos sonhos. Uma obra que explora a complexidade da experiência humana.

Pinóquio, Carlo Collodi
O livro que ensina às crianças as consequências da mentira. Através da história, os leitores conhecem Pinóquio, o menino de madeira que erra, sofre e se redime.

O Patinho Feio, Hans Christian Andersen
Por ser diferente dos demais filhotes, o patinho é perseguido, ofendido e maltratado por todos os patos e outras aves. Um livro que fala sobre a discriminação e a diferença.

Peter Pan, J. M. Barrie
O personagem é um pequeno rapaz que se recusa a crescer e que passa a vida a viver aventuras mágicas. Para transmitir aos mais pequenos que o imaginário e o mundo dos sonhos também faz parte do crescimento.

O Capuchinho Vermelho, Irmãos Grimm
A história da menina que para levar um cesto de bolinhos à avó encontra o lobo mau pelo caminho. As lições que aprendemos com este livro: dizer sempre a verdade, obedecer aos mais velhos e ajudar o próximo.

João e o Pé de Feijão, Irmãos Grimm
João era um menino muito pobre, porém bastante feliz, que vivia apenas com a sua mãe. Ambos enfrentavam uma situação muito difícil, pois já não tinham quase mais nada para comer. Para tentar solucionar este problema, a mãe pede a João que vá até à cidade para vender o único bem dos dois: uma vaca. No caminho, um homem pergunta ao rapaz se ele aceitaria trocar o animal por alguns feijões mágicos. Ensina que ao longo da vida vamos ter sempre de lidar com os obstáculos que vão surgindo e tomar decisões importantes.

O Soldadinho de Chumbo, Hans Christian Andersen
Conta a história de um boneco que tem apenas uma perna e que que se apaixona por uma bailarina, também ela uma boneca. Um conto que nos relembra que devemos lutar contra as adversidades.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários