7 coisas sobre as quais não deve mentir aos seus filhos

As crianças são muito inteligentes e para além disso tem uma imaginação muito fértil. Por isso, quando percebem que lhes estão a mentir elas vão fazer um filme nas suas cabeças...

Há várias coisas e situações, sobre as quais não deve mentir aos seus filhos. Neste artigo, explicamos-lhe 7 coisas sobre as quais não deve mentir aos seus filhos.

1 – Quando está a discutir com o seu companheiro – Não vale a pena dizer que não se está a passar nada quando os seus filho acabaram de assistir a tudo. Tem de lhes explicar que tal como eles se chateiam no escola com os colegas, não significa que deixem de gostar deles. Peça desculpa pelo que aconteceu e que tudo se vai resolver.

2 – Quando está de relações cortadas com o seu companheiro – As crianças vão imaginar o pior: divorcio, separação, etc. Conte-lhes a verdade, se for só um mau momento ou se tiver a certeza que se vão separar então tem de lhes explicar com calma. Eles precisam de tempo para processar tudo. Mas assegure-se de que eles não tem nada a ver com a situação e de que nada na vida deles vai mudar.

3 – Quando a situação financeira não está boa – Não diga expressões como “estamos falidos” ou “estamos podres”, eles vão logo pensar que vão passar fome ou que vão ficar sem casa. Mas também não diga que “está tudo bem”. Diga que é uma situação temporária, que vão ter de fazer alguns cortes mas que com o tempo tudo vai melhorar. E se conseguir faça atividades com eles sem qualquer tipo de custo para manter a criança animada.

4 – Quando alguém tem uma doença terminal – A melhor maneira de lidar com esta situação é mentalizar a criança que existe a morte. Se tudo for dito com antecedência, quando chegar o momento de contar que o seu ente querido morreu a criança já vai estar mais preparada. Explique que quando uma pessoa morre deixa de estar presente fisicamente, mas que nunca deixamos de gostar dessa, tal como ela de nós. Fale com a criança e responda as suas perguntas consoante o nível de maturidade e crenças religiosas.

5 – Quando há problemas com a justiça - Por vezes pode haver problemas de processos em tribunal por partilhas de herança, ou dividas ás finanças. Tranquilize a criança que estes processos são longos mas que tudo tem uma solução

6 – Quando o animal de estimação morre – A morte de um peixe ou um hamster vai dar-lhe a oportunidade.

de explicar ao seu filho o que é a morte. Não deve substituir o animal de estimação com a esperança que a criança não perceba, pois quando ela descobrir vai ser muito pior. Se o seu filho ficar triste e chorar tem de o confortar e dizer que é um processo natural da vida.

7 – Quando há um divorcio na família – Nestas altura deve ajudar o seu filho a não tomar partidos de ninguém. Em vez disso, fale com ele sobre o que a família pode fazer para ajudar

As crianças precisam de tempo para assimilar as grandes mudanças. Seja paciente e esteja lá para responder as perguntas e para apoiar. Não deixe que elas fiquem confusas ou só com parte da informação

artigo do parceiro:

Comentários