6 Boas razões para brincar com o seu filho

Brincar é sentir prazer, descobrir o mundo, amar os filhos, poetizar o mundo, ser-se autêntico e criativo. Quem o diz é a psicoterapeuta Lourdes Lourenço. Siga algumas das estratégias da especialista.

Brincar é essencial, até para os adultos. A ideia é defendida por Lourdes Lourenço, psicóloga clínica e psicoterapeuta, que encoraja os pais a brincar mais com os filhos, não só para que as crianças cresçam mais saudáveis e equilibradas, mas também porque brincar é algo que faz bem aos próprios pais.

Segundo a psicóloga clínica e psicoterapeuta Lourdes Lourenço:

- As crianças têm uma grande urgência em brincar e nós, adultos, quando brincamos sentimos imenso prazer.

- Os adultos são curiosos por natureza. A natureza humana tem a ver com os cinco sentidos e o bebé convida os pais a cheirar, olhar, a vê-las de forma diferente.

- A capacidade de brincar é proporcional à capacidade de amar. É no estado amoroso que se faz as descobertas do outro, que se dá sentido à experiência do outro.

- Brincar é poetizar o mundo e transformar os dias em algo diferente. Se um bebé por exemplo aponta para ali, os pais podem dizer «Estás a olhar para a luz!» ou então, dizem antes assim – «Que linda estrela está ali em cima!».

- Não há pais perfeitos, os pais devem ser autênticos. O brincar tem a ver com a nossa espontaneidade, ter conhecimento dos nossos afetos e dos afetos dos outros. É fundamental haver esse equilíbrio relacional, na vida, no nosso trabalho.

- A capacidade de os pais brincarem tem a ver com uma lógica criativa que se estabelece no período da gravidez, como vão atribuindo características ao seu bebé, inclusive se é um brincalhão ou não.

Texto: Ana Margarida Marques

Siga este e outros temas sobre educação, saúde e cuidados ao bebé no Facebook O Nosso Bebé

artigo do parceiro:

Comentários