26 dicas para economizar quando se tem filhos

Com um pouco de organização, disposição para mudanças e criatividade, conseguirá diminuir os gastos mensais.

Não é fácil fazer com que o dinheiro dure até ao fim do mês com todos os imprevistos que sempre aparecem quando existem crianças na família. Mas é possível vencer este desafio. Confira o guia que preparamos com dicas importantes você se organizar e economizar.

 

1) Faça um diário financeiro

O primeiro passo é identificar onde a família mais gasta. Anote quanto ganha, as dívidas e a quantia que pretende poupar (se esse é o objetivo). Não se esqueça de tomar nota mesmo das despesas mais pequenas, como as da padaria. No fim do mês, analise o diário para descobrir por onde é que o dinheiro está a escapar.

 

2) Aceite que é necessário fazer escolhas

Quando a situação aperta, a família tem de perceber que é preciso optar entre eventos e compras. Por exemplo: ou vão ao cinema ou compram a megapista de carrinhos.

 

3) Aproveite os programas gratuitos

Informe-se nos jornais e sites. Uma ótima sugestão é trocar o cinema por um piquenique num parque público. Também pode planear uma tarde de brincadeiras em casa com os colegas do seu filho.

 

4) Faça uma lista de compras

Antes de ir ao supermercado, anote o que está em falta na despensa. Assim, não se perde entre as tentações das prateleiras. Planear as compras semanalmente também evita exageros comuns quando se fica um longo período sem ir às compras.

 

5) Não deite fora comida

Com feijão, faça sopa; com arroz, carne assada e com o que sobrou do bacalhau, prepare pastéis ou bolinhos. As frutas demasiado maduras demais podem transformar-se em compotas, geleias e recheios para bolos.

 

6) Combine parcerias no supermercado

Ao preparar a lista de compras, chame o seu filho e explique-lhe que será ele o responsável pelos guardanapos e pelo papel higiénico, por exemplo (evite as guloseimas e as batatas fritas). Ao sentir-se responsável, não vai pedir bolachas nem fazer birras no meio dos corredores do supermercado.

 

7) Negoceie com o seu filho

Converse com a criança e explique que ela poderá escolher apenas um produto no supermercado. Pode ser um chocolate, um pacote de biscoito ou uma guloseima. Mas será apenas um, sem discussão.

 

8) Conheça as marcas próprias

As grandes cadeias de supermercado possuem produtos de marca própria que são até 60 por cento mais baratos do que os outros. Pode confiar: o fabricante, muitas vezes, é o mesmo dos produtos mais famosos – e caros.

 

9) Calcule as promoções

Fique atenta às promoções «leve 3 e pague 2» e aos produtos em pacotes maiores. Tenha uma calculadora sempre à mão para conferir se vale a pena.

 

10) Aproveite as feiras e os mercados

Outra dica que vale para sempre: frutas, verduras e legumes costumam ser mais baratos e mais fresquinhos nas feiras e nos mercados de bairro do que nos supermercados.

 

11) Cuidado com as prateleiras

Antes de escolher um produto, dê uma boa olhadela em toda a secção. Os produtos que ficam na linha do olhar costumam ser mais caros. Por isso, não deixe de se baixar ou de se pôr em ponta dos pés para conferir outros preços.

Comentários