Universidade da Beira Interior disponível para receber estudantes refugiados

A Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, está disponível para acolher estudantes que integrem o grupo de refugiados que Portugal vai receber, disse hoje à agência Lusa o vice-reitor daquela instituição, João Canavilhas.
créditos: EPA/NAKE BATEV

Segundo este responsável, a UBI foi contactada pela Plataforma Global para os Estudantes da Síria - que é coordenada pelo antigo presidente da República Jorge Sampaio - tendo revelado imediatamente a disponibilidade para acolher esses estudantes.

"A UBI disponibilizou-se não só para receber os alunos de ensino superior que vierem, como também para articular toda a comunicação entre a câmara municipal e as escolas secundárias, no caso de haver estudantes que sejam do ensino secundário ou que pretendam entrar no ano zero", especificou.

João Canavilhas ainda não tem ideia do número de estudantes que possam vir a integrar esta instituição, mas adiantou que "à partida a universidade conseguirá acolher entre 10 a 20 alunos sem qualquer problema".

Esta não é a primeira vez que a UBI acolhe estudantes refugiados, tendo os primeiros dois chegado em 2013.

"Em cada um dos anos recebemos dois alunos vindos da Síria. Portanto, neste momento, já temos quatro alunos e vamos chegar aos seis", referiu, lembrando que este número já estava acordado previamente, pelo que deverá agora ser alargado.

Portugal deverá receber 1.500 refugiados no quadro do primeiro plano de relocalização de 40 mil, tendo também respondido favoravelmente à mais recente proposta da Comissão Europeia, que atribuiu a Portugal mais cerca de três mil.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários