Trancoso reduz IMI para as famílias com filhos

A Câmara de Trancoso aprovou a redução do valor da taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) a pagar em 2016 pelas famílias com filhos, que pode atingir 20% para agregados com três ou mais dependentes.

O presidente da autarquia de Trancoso, Amílcar Salvador (PS), disse hoje à agência Lusa que no próximo ano o município mantém o atual valor da taxa do IMI de 0,30% para os prédios urbanos e aplicará uma redução do valor a pagar pelas famílias que têm dependentes a cargo.

"Uma família com um dependente a cargo vai ter uma redução de 10%, uma família com dois dependentes terá uma redução de 15% e uma família com três dependentes ou mais terá uma redução de 20%", explicou.

A medida foi aprovada por unanimidade pelo executivo camarário e também pela Assembleia Municipal de Trancoso, no distrito da Guarda.

Com a deliberação, a Câmara Municipal presidida por Amílcar Salvador "procura que Trancoso seja um concelho amigo do contribuinte" e que os residentes "tenham alguns benefícios e alguma discriminação positiva".

O autarca socialista considera que a redução do valor do IMI a pagar pelas famílias do seu concelho que têm filhos a cargo é também "uma tentativa de ajudar e de apoiar o dia-a-dia" desses agregados familiares mais numerosos.

"Nós [Câmara Municipal] temos que ter um olhar extremamente positivo e procurar também alguns incentivos à natalidade. Por isso, no próximo ano, tencionamos apresentar medidas de caráter social para ajudar as pessoas, contribuindo para que se fixem mais no concelho", adiantou.

Amílcar Salvador disse ainda à Lusa que a medida de redução do valor do IMI a pagar pelos munícipes com dependentes a cargo irá beneficiar cerca de 600 famílias de Trancoso, sendo em maior percentagem os agregados familiares com um filho.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários