Sestas à tarde ajudam as crianças a aprender

Conseguir que as crianças mais pequenas façam uma sesta após o almoço impulsiona o poder do cérebro.

Uma sesta parece ajudar crianças entre os três e os cinco anos a terem um melhor desempenho no ensino pré-escolar, afirma uma equipa de investigação dos Estados Unidos da América. O estudo, que incluiu 40 crianças em idade pré-escolar e levado a cabo na Universidade do Massachusetts, foi agora publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

 

Os autores do estudo dizem que os seus resultados sugerem que as sestas são fundamentais para a consolidação da memória e da aprendizagem precoce. Quando as crianças foram autorizadas a dormir depois do almoço, tiveram um melhor desempenho significativo em visuais e espaciais no período da tarde e no dia seguinte do que quando lhes foi negada a sesta a meio do dia.

 

A monitorização das sestas das crianças envolvidas no estudo revelou os processos em curso no cérebro durante o sono. Enquanto as crianças dormiam, a equipa observou um aumento de atividade em regiões do cérebro associadas à aprendizagem e à integração de informação nova.

 

Auxiliar de memória

A investigadora-chefe Rebecca Spencer disse: «Essencialmente, nós somos os primeiros a relatar evidências de que as sestas são importantes para as crianças em idade pré-escolar.»

 

«O nosso estudo mostra que a sesta ajuda as crianças a lembrarem-se melhor do que estão a aprender no jardim-de-infância.» A cientista afirmou que, enquanto as crianças mais velhas deixam de dormir depois do almoço naturalmente, as crianças mais novas devem ser encorajadas a dormir a sesta.

 

Os autores do estudo afirmam que «Este estudo é importante porque hoje em dia discute-se, nos jardins-de-infância, se se deve permitir ou não que as crianças façam uma sesta após o almoço.»

 

«As crianças em idade pré-escolar absorvem diariamente uma enorme quantidade de informação, à medida que se tornam cada vez mais curiosas com o mundo que as rodeia e começam a ganhar maior autonomia.»

 

«Para estarem no seu máximo de alerta, as crianças precisam entre 11 e 13 horas de sono por dia, para dar às suas mentes ativas uma oportunidade para relaxar e recarregar, aprontando-se para o dia seguinte. Sabemos agora que uma sesta durante o dia poderá ser muito importante para o número total de horas de repouso. Sem ela, as crianças podem ficar cansadas, rabugentas, esquecidas e com dificuldades de concentração», concluem.

 

 

Maria João Pratt

artigo do parceiro:

Comentários