Santa Marta de Penaguião construiu escola em tempo recorde e com derrapagem zero

A nova Escola EB 2,3 de Santa Marta de Penaguião, distrito de Vila Real, abriu hoje as portas, após um investimento de três milhões de euros que foi concretizado em “tempo recorde” e com “derrapagem zero”.

“É uma obra que nos orgulha a todos, quer pelo tempo em que foi realizada quer pelo controlo financeiro que nós desde a primeira hora imprimimos”, afirmou à agência Lusa o presidente da Câmara de Santa Marta de Penaguião, Luís Machado.

As aulas arrancam na segunda-feira, mas hoje foi dia de abrir as portas à comunidade para mostrar o novo edifício, que representou um investimento que rondou os três milhões de euros, comparticipados em 85% por fundos comunitários e 7,5% pelo Ministério da Educação. Os restantes 7,5% foram pagos pela autarquia duriense.

Segundo o presidente, a obra foi concluída “em 12 meses”.

“Em termos financeiros, foi um trabalho muito árduo, mas tivemos a felicidade de chegar ao final a obra e com derrapagem zero. Não houve um cêntimo sequer de orçamento municipal a mais do que aquilo que era devido”, acrescentou o autarca.

O novo estabelecimento escolar ocupou o espaço do antigo, que foi demolido e cujos detritos foram reaproveitados para a construção. As aulas decorreram em contentores no anterior ano letivo.

Luís Machado salientou que a construção desta escola “era uma prioridade”, até porque a anterior abriu em 1976 e “já não reunia as condições para albergar os alunos”.

São cerca de 300 os alunos, dos segundo e terceiro ciclos, que vão frequentar esta escola.

Comentários