S. Pedro do Sul inaugura centro escolar de 3 ME na sexta-feira

Centro escolar tem capacidade para 500 crianças

O novo centro escolar de S. Pedro do Sul é inaugurado na sexta-feira e passa a acolher cerca de 350 crianças do pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico.

 

A vereadora da Educação na Câmara de S. Pedro do Sul, Teresa Sobrinho, explicou à agência Lusa que se trata de um investimento de três milhões de euros, com capacidade para aproximadamente 500 crianças.

 

“Mas, para já, não vai ter 500 crianças”, referiu, acrescentando que os cerca de 100 alunos do pré-escolar e 250 do primeiro ciclo que a passam a frequentar a partir de sexta-feira são oriundos de escolas que fecharam na cidade, em Várzea, nas Termas, em Bordonhos e em S. Félix.

 

A escola de S. Félix é uma das três que a Câmara está a tentar que não encerre, tendo já interposto uma providência cautelar contra o Ministério da Educação, que foi aceite pelo tribunal.

 

A autarquia decidiu avançar com a providência cautelar contra o encerramento das escolas de S. Félix, Serrazes e Valadares, por este não ter sido discutido.

 

O centro escolar de S. Pedro do Sul tem seis salas do pré-escolar e quinze do primeiro ciclo, além de salas de professores, de ensino especial e de informática. Tem também uma biblioteca, um auditório, um refeitório com cozinha, um ginásio coberto, um polidesportivo exterior, balneários e parques infantis.

 

“As condições são ótimas. As crianças passam praticamente de escolas do tempo de Salazar para um centro escolar do século XXI”, sublinhou Teresa Sobrinho.

 

A vereadora exemplificou com a escola de S. Pedro do Sul, que “está igualzinha” à altura em que a frequentou, há mais de 30 anos.

 

“Este centro escolar tem muita importância, porque oferece uma série de valências que as escolas antigas não possuíam”, acrescentou.

 

Por Lusa

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários