Robot ajuda crianças autistas a comunicarem

Chama-se Kaspar e foi criado para ajudar as crianças autistas a desenvolverem as suas competências sociais.

Uma equipa de engenheiros e cientistas da Universidade de Hertfordshire, no Reino Unido, criou um robot que se assemelha a um menino e que tem como missão ajudar as crianças autistas a entender as emoções e expressões faciais, o que, consequentemente, contribuirá para que desenvolvam as suas competências sociais.

Kaspar, como se chama o robot, tem traços simples e usa frases repetitivas - o que, segundo os cientistas, são características que agradam às crianças autistas - e desde que está a ser utilizado que os professores notam melhorias notáveis em muitas das crianças.

A forma de interação consiste na criança brincar com o Kaspar durante cerca de 10 minutos, na companhia de um cientista, que o comanda através de um comando remoto. Kaspar está programado para sorrir, piscar os olhos, abanar os braços, rir, franzir as sobrancelhas e dizer frases simples, como "Olá, eu sou o Kaspar. Vamos brincar juntos".

A intenção dos engenheiros que desenvolveram este humanóide é aperfeiçoarem-no ainda mais (apesar de já existirem várias versões de Kaspar, incluindo uma que consegue jogar Nintendo Wii), e ainda este ano tencionam distribuir mais 20 "Kaspars" por escolas inglesas.

artigo do parceiro:

Comentários